Filmes Educativos: Dicas de Bons Filmes para Adquirir Conhecimento

Uma das melhores formas de aprender é com recursos áudio visuais. Estudos comprovam que quando os alunos estão estimulados pelo som e imagem tendem a absorver mais a mensagem. Para alguns estudantes o método funciona melhor que a leitura e por isso músicas e filmes são bem usados para o aprendizado em sala de aula.

Imagem de Amostra do You Tube

Dentro ou fora da escola, existem bons filmes que possibilitam o aprendizado de diversos temas. Filmes tanto feitos apenas para fins educativos como para apreender conhecimento mas com material de qualidade voltados para o cinema. Confira alguns e seus temas de abordagem:

A Lista de Shindler – 1993

Filmado em preto e branco, este longa-metragem traz uma grande abordagem sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial. É um filme baseado totalmente em relatos reais e imagens para construir as cenas. O magnata alemão Oscar Shindler(Liam Neeson) foi um dos grandes homens do nazismo. Ladeado entre os grandes, construiu empresas com o único fim de salvar os judeus do massacre que marcou a história deste povo. Com cenas fortes, é um filme mais indicado para maiores de 15 anos pelo teor de realismo nas cenas.

A Queda – As Últimas Horas de Hitler – 2004

Enquanto em A Lista de Shindler temos uma abordagem voltada a história dos judeus, em A Queda temos a imagem dos grandes líderes nazistas em seus últimos três dias de movimento. Vemos como Hitler e os seus seguidores mais próximos enfrentaram o final da grande guerra e o Holocausto. É um filme altamente instrutivo historicamente para se perceber como o movimento esta defasado e como os alemães encararam a derrota iminente.

À Procura da Felicidade

Encenado pela dupla Will Smith e filho, esta produção norte americana é um filme altamente motivação. É uma boa dica para estudantes e empresários ou grupos de funcionários observarem o quanto a perseverança e inteligência aliados podem fazer o homem chegar ao máximo de sua evolução. O filme é curto e bem dramático, mas uma boa pedida para ver com a família toda.

Super Size Me – 2004

O documentário norte americano foi bem criticado. Ele mostra o quanto o consumismo norte americano leva pode levá-lo a morta. Os estados unidos são o país com o maior número de obesos do mundo e o doc mostra, nas entrelinhas, que a culpa de tais níveis alarmantes é a indústria de fast food do país.

No filme o cineasta e protagonista Morgan Spurlock passa 30 dias corridos comendo apenas fast food. Com o acompanhamento de um médico, Morgan mostra o quanto esta alimentação pode ser nociva ao organismo e o quanto é preciso ter cuidado em seu consumo.

Sociedade dos Poetas Mortos

Este é considerado um dos clássicos do cinema. Estrelado pelo ator norte americano Robin Williams, o drama mostra o poder do professor sobre a liberdade de expressão dos alunos. Fala sobre métodos educacionais para estimular a criatividade e o quanto a repressão pode causar danos em uma mente criativa. É ótimo para professores e alunos que estão estudando o tema ‘liberdade de expressão’.

O Resgate do Soldado Ryan – 1998

Apesar de ter no roteiro um romance como base de um soldado que jamais existiu, o Regaste do Soldado Ryan é totalmente baseado em imagens reais do fotógrafo Robert Capa e mostra uma boa abordagem da segunda guerra mundial. Rico em detalhismo cinematográfico, o drama mostra um panorama geral dos norte americanos em sua batalha na segunda guerra. Muitos soldados foram perdidos em batalhas mal planejadas e muitos perderam o senso de vida e morte com tanta calamidade ao seu lado.

Fuga de Subibor – 1987

Este é mais um dos mais de mil filmes sobre o nazismo, mas com uma abordagem diferente. Subirbor foi o único campo de concentração em que judeus conseguiram se rebelar e fugir pela floresta. Muitos prisioneiros morreram tentando, poucos conseguiram fugir mas a mensagem foi escrita. A história é real.

Ao Mestre com Carinho – 1967

Clássico do cinema da década de 60, este filme já ganhou diversas releituras e inspirou outros cineastas pela força da mensagem. No drama um professor mostra sua força de vontade em mudar a história de um grupo de jovens de uma escola pública de periferia. Com métodos considerados ortodoxos para a época, o professor ensina seus alunos sobre respeito, carinho e a importância do aprendizado, bem como a de uma boa amizade.

A música tema, To Sr. With Love, foi eternizada como clássico e já ganhou diversas versões, inclusive para o seriado norte americano Glee no capítulo final da primeira temporada.

Uma mente brilhante – 2001

Este interessante filme mostra um dos mestres da matemática moderna que teve que conviver com a esquizofrenia durante toda a sua vida. Em determinado momento o drama do personagem real é tão grande que ele chega a tentar matar sua própria filha por uma suposta missão para o governo. Contudo, ele aprende a viver com seu problema e chega a ganhar prêmios por suas teorias.

Elizabeth a Era de Ouro – 2007

Rico em fotografia e em detalhismo da reconstrução da época, este longa-metragem aborda muito bem a era do governo da rainha virgem, a primeira Elizabeth. Temos uma abordagem de uma mulher de pulso forte mas que também ama e sofre com seus dramas pessoais de não poder escolher seu próprio marido e assumir um reinado por falta de opção de homens no poder da dinastia anterior.

A Outra – 2008

Este excelente filme mostra um pouco do panorama histórico da Inglaterra no reinado de Henrique III. Este que, para querer se casar de novo e por sede de poder, acabou rompendo com a Igreja Católica e criando a religião protestante, hoje das mais fortes do mundo. Mostra também como a Inglaterra chegou a sua filha fora do casamento que seria a sua futura rainha, Elizabeth. É um filme também rico em detalhismos sobre a época e uma excelente forma de abordar o tema das monarquias inglesas com imagens em sala de aula ou para os curiosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>