Criação de Coelhos

A criação de coelhos tem despertado atenção e curiosidade das pessoas nos últimos tempos, por ser uma atividade lucrativa, que não requer muitos investimentos e traz bons lucros, pois o coelho é 100% aproveitável, desde a pele, a carne e até as fezes do animal são comercializadas, além disso uma das principais características dos coelhos é sua rápida reprodução, além do que são animais domésticos e dóceis de fácil manejo.

Mini

Mini

Para quem deseja iniciar uma criação de coelhos precisa decidir primeiramente qual o objetivo de sua criação para então escolher entre as diversas espécies de coelhos existentes, aquela que tenha melhor atenda seus objetivos econômicos, que podem ser a produção de carne, a produção de peles, a venda de reprodutores, a produção de pêlos, o fornecimento de recém nascidos para a fabricação de vacinas, ou mesmo a produção de cobaias para experiências em laboratório. Além disso, há os subprodutos da criação de coelhos que também são comercializados, que são as fezes e urina, as cartilagens e o cérebro, ou seja, do coelho tudo é comercializado, aproveitado, nada vai fora, sendo necessário, no entanto contatar com os consumidores desses produtos e subprodutos.

Abate

Abate

Assim fica claro que a escolha da raça é um dos fatores mais importantes para o sucesso de uma criação de coelhos, sendo fundamental avaliar qual o produto que se deseja e qual a raça de coelhos mais indicada pra produzir, para isso é necessário estudar um pouco acerca das raças de coelhos, que se classificam em coelhos anões, pequenos, médios e gigantes, havendo em cada uma dessas categorias diversas raças. As raças de coelhos mais indicadas para o corte são Nova Zelândia, Califórnia, os coelhos gigantes de Flandres ou Branco e Bouscat, e para a produção de peles as raças indicadas são os gigantes borboleta, fogo e negro, Angorá, Rex e Fulvo de Borgonha.

Criação de Coelhos

Criação de Coelhos

Além do excelente aproveitamento a criação de coelhos tem a vantagem de não necessitar de grandes investimentos iniciais, sendo indicado que o criador comece com um reprodutor e dez matrizes até se adaptar ao ritmo e as necessidades dos animais, conhecendo bem seu desenvolvimento para evitar prejuízos, e só depois de familiarizado com a rotina dos animais então ampliar o numero de coelhos, se achar conveniente. Além das matrizes e do reprodutor é fundamental a organização de  instalações e equipamentos adequados, que são gaiolas com comedouro, bebedouro, cobertura e ninho, ao que se dá o nome de coelhário. Os coelhos são animais que não requerem cuidados muito especiais, no entanto exigem água fresca e potável e local arejado.

Como qualquer outro empreendimento que se pretenda iniciar a criação de coelhos, mesmo que com fins domésticos, necessita de dedicação e conhecimento, para evitar aborrecimento e prejuízos.


Categoria(s) do artigo:
Animais

Artigos Recentes

Comentários

Deixe um comentário