Saiba Como Evitar Que Adolescentes Acessem Sites Pornográficos

Conteúdo Pode Prejudicar Desenvolvimento Dos Jovens

Duas Garotas se Divertindo Olhando Para Tela do Celular

Duas Garotas se Divertindo no Celular

Basta alguns cliques para que os adolescentes tenham acesso a todos os tipos de informações, sem que os pais se dêem conta. Muitas vezes, esses conteúdos nem são apropriados para a idade deles, como os pornográficos.

Se os jovens começam a consumir esse tipo de conteúdo desde cedo, eles têm mais riscos de desenvolver ansiedade, depressão e até insatisfação na vida amorosa quando adultos. De acordo com estudo publicado na Veja, um em cada dez consumidores de pornografia não conseguem interromper o vício sozinho.

Mais do que um hábito, a pornografia pode se tornar uma dependência, prejudicando o lado psicológico e social do indivíduo. Em virtude disso é que a infância e adolescência devem ser preservadas desses conteúdos, assim como do álcool e do tabaco.

Jovem Olhando o Conteúdo de seu Smartphone

Jovem Olhando o Conteúdo de seu Smartphone

Formas De Bloquear O Acesso À Pornografia

Para quem usa Windows, é basta simples criar um ambiente virtual seguro para os filhos. Os pais podem criar uma conta diferente ou aplicar restrições. Para fazer isso, vá em: disco local>windows>system32>drivers>etc>hosts.

Copie o arquivo “hosts” e abra o bloco de notas (notepad). No bloco, cole o código do “hosts” e no fim do arquivo 127.0.0.1. Ao lado desse número, coloque os sites que deseja bloquear. Por exemplo: 127.0.0.1 www.pornhub.com.

Caso o seu computador tenha sistema MAC, é ainda mais fácil configurar o acesso. Nesse caso, você deve ir em preferências de sistema>controle dos pais e escolher uma conta de usuário, isto é, o acesso do seu filho. Nessa parte, você deve acessar a aba “web” ou “conteúdo” para customizar os sites que deverão ser bloqueados.

É importante lembrar que os jovens estão acessando cada vez mais a internet pelo celular. Mas até para esses casos os pais podem configurar o dispositivo para torná-lo mais seguro aos adolescentes.

Existem algumas ferramentas que auxiliam nessa tarefa. Um desses aplicativos é o FamiSafe, disponível para Android e iOS. Basta baixar o app para ter acesso a diversas funcionalidades de controle parental, como bloqueador de aplicativos, controle de tempo de tela, rastreamento e filtro de navegação web — isto é, bloqueio de sites impróprios.

Também vale destacar que a internet não é apenas a navegação que se vê. Existe um submundo chamado de deep web que preocupa famílias e autoridade. Tanto que a Comissão dos Direitos Humanos já está discutindo o tema para evitar o acesso, principalmente, de crianças e adolescentes a esse universo.

Como não é possível rastrear os endereços da deep web, é fundamental que os pais estejam atentos ao comportamento dos filhos e tenham diálogo aberto sobre esse assunto. Embora a internet tenha uma infinidade de conteúdos interessantes e educativos, ela também pode prejudicar o desenvolvimento do jovem se usada de maneira inadequada.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Tecnologia

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.