Aleijadinho

Antonio Francisco Lisboa, que ficou famoso no mundo inteiro como Aleijadinho, nasceu em Ouro preto, Minas Gerais em 1730, cidade que a época tinha o nome de Vila Rica. Filho do casamento de Manuel Francisco Lisboa, Português e mestre de obras de profissão, e da escrava Isabel, o escultor mineiro aleijadinho aprendeu desde cedo o ofício do pai, que foi o primeiro arquiteto de Ouro preto.

Apaixonado pela arte, Aleijadinho só fez a escola primária, passou sua infância e juventude ajudando o pai e o tio, Antonio Francisco Pombal, um entalhador muito conceituado na cidade àquela época, não aproveitando as brincadeiras de criança que deveria ter. Segundo consta, a formação profissional de Aleijadinho pode ter sido aprimorada, enriquecida com a experiência de João Batista Gomes, abridor de cunhos e de José Coelho Noronha, entalhador e escultor, com que o artista teria uma relação muito boa.

Aleijadinho

Aleijadinho

Em 1777, Antonio Francisco Lisboa contrai a doença que lhe traria com o tempo o apelido de aleijadinho, a doença que foi deformando o artista com o passar dos anos, fez com que ele perdesse os dedos dos pés, e das mãos. Os pesquisadores até hoje não conseguiram determinar com certeza qual o problema de saúde que teria trazido tão graves sequelas, se foi hanseníase, sífilis, ulcerações gangrenosas ou ainda uma tromboangeíte obliterante, doenças que aquela época não tinha tratamento eficaz e muito menos cura.

No período mais crucial, seus artesãos atavam os instrumentos a luvas de couro que cobriam suas mãos e o carregavam, pois ele já não podia caminhar. A verdade é que a doença trouxe um sofrimento indizível, mas ao que comprova a sua obra, este trouxe uma sensibilidade muito maior ao escultor Aleijadinho, entalhador, desenhista, e arquiteto do Brasil colonial.

Obras Aleijadinho

Obras Aleijadinho

Sua obra tem traços de genialidade que a tornaram conhecida no mundo inteiro, e hoje existe em Ouro preto um museu onde está exposto o seu acervo e onde é contada a sua história, mostrando o talento e a determinação desse homem que sofreu dores lascinantes, precisou atar os instrumentos as mãos para poder trabalhar, mas nem mesmo assim desistiu. No auge de sua doença e com mais de 70 anos e idade, produziu uma de suas mais importantes obras, que é a fantástica coleção de esculturas dos doze apóstolos, que o tornou definitivamente uma celebridade artística, não como esculturas de lata ou de neve.

As suas obras-primas foram esculpidas em pedra-sabão, realizadas no período de 5 anos, entre 1800 a 1805, na cidade de Congonhas do Campo. As esculturas dos 12 apóstolos Abdias, Adacuque, Amós, Baruque, Daniel, Ezequiel, Isaias, Jeremias, Jonas, Joel, Naum e Oséias, ficam no adro do santuário da Igreja católica do Bom Jesus do Matosinho. Na frente da Igreja há uma ladeira com 6 capelas onde estão um conjunto de esculturas de Aleijadinho, em tamanho real, que revelam a Via Crucis de Jesus.

Vida Aleijadinho

Vida Aleijadinho

A obra de Aleijadinho tem uma forte e decisiva influência da cultura religiosa católica, mas quando temos o privilégio de visitar o museu e apreciar as belezas, somos imediatamente transportados no tempo, pois essas peças são carregadas de uma emoção indescritível, pela sua grandiosidade, imponência e beleza. Aleijadinho morreu em 18 de novembro de 1814, aos 84 anos e cego, na cidade de Ouro preto, onde nasceu e passou sua vida. Os dados que existem sobre a vida do artista barroco e obra são escassos e provem de um apanhado de memórias escritas pelo vereador de Ouro Preto, Sr. Marino, 40 anos após sua morte, e publicadas posteriormente.

Vida e Obras de Aleijadinho:

Aleijadinho viveu e produziu a maioria de suas obras nas cidades de Ouro Preto e Congonhas, no estado brasileiro de Minas Gerais, no período de 1730 a 1814. Esses dados carecem de confirmação documental, assim como a sua vida, seus trabalhos  não foram catalogadas na época e não tinham assinatura dificultando um levantamento preciso de sua grandiosa obra.

Ele foi um escultor barroco e trabalhou também como arquiteto, entalhador e marceneiro. Seu talento, no entanto, foi difundido apenas por suas esculturas, e nessa arte trabalhava usando especialmente a pedra-sabão e madeira. Muitos historiadores e estudiosos da vida e obra de Aleijadinho dividem sua carreira em dois tempos diferentes, antes da doença deformante e após o início da doença, sendo essa última seu período mais fértil, quando surgiram suas esculturas mais primorosas.

Aleijadinho Marceneiro e Entalhador

São, ao todo, 22  trabalhos conhecidos de Aleijadinho como marceneiro, entre eles se destacam oratórios grandes que estão expostos no Museu do Pilar de Ouro Preto e da Inconfidência e também as cadeiras e o trono episcopal executados num estilo rococó esplêndido que estão no Museu da Arte Sacra de Mariana. Como entalhador, o artista fez os altares das Igrejas de N. Srª do Pilar de Nova Lima e de São Francisco de Assis da cidade de Ouro preto, assim como os altares laterais da Igreja de São João del-Rei. Também executou trabalhos riquíssimos de entalhamento usando pedra-sabão nos portais de diversas igrejas mineiras. São, ao todo, 29 obras de entalhamento de madeira catalogadas e atribuídas ao artista.

Aleijadinho Arquiteto

Em um documento datado do ano de 1771, Antônio Francisco de Lisboa é chamado de arquiteto. Assim, sob essa égide o artista produziu 23 projetos e trabalhos conhecidos, entre eles os principais são os projetos das Igrejas de São Francisco de del-Rei que não foi executado, de São João Batista de Barão de Cocais, e de São Francisco de Ouro Preto, além disso é de sua criação o projeto arquitetônico das torres da matriz de Tiradentes.

Aleijadinho Escultor

Foi trabalhando como escultor que Aleijadinho deu vazão a todo o seu talento artístico. Em levantamentos realizados por diversos historiadores foram atribuídas ao artista 318 esculturas, além de 25 classificados de esculturas ornamentais. Existem, entre uma corrente de historiadores, dúvidas quanto à autoria de algumas obras do artista, visto que as mesmas não têm assinatura e Aleijadinho e tiveram vários auxiliares e discípulos de suas técnicas. Assim sendo, o número de trabalhos atribuídos a Aleijadinho não é definitivo, há a possibilidade de ser bem maior ou não.

A obra artística de Aleijadinho passou por diversas fases, mas chama a atenção e o período em que produziu seus melhores trabalhos foi a partir de sua doença, quando passou a trabalhar exaustivamente, chegando a precisar amarrar as ferramentas às suas mãos. As obras que realizou nessa época imortalizaram seu nome e seu dom, foram 30 anos em que produziu esculturas perfeitas e brilhantes, com uma perícia e uma riqueza de detalhes inimaginável.

É no Santuário de Bom Jesus de Matosinho, em Congonhas, que se encontra um dos maiores legados artísticos de Aleijadinho, ao qual ele dedicou 10 anos de sua vida a partir de 1796, são 66 estátuas de madeira de cedro que representam a Via Sacra, chamada de “Passos da Paixão” e os 12 Profetas feitos de pedra sabão. As 66 estátuas que compõe a Via Sacra estão dispostas em 6 capelas independentes e parecem possuir vida própria, seja pelas cores, pela perfeição ou mesmo pela riqueza de detalhes. Em contrapartida, as estátuas dos 12 profetas que ficam como que guardando o santuário não têm a mesma perfeição e seus traços anatômicos são muitas vezes desproporcionais.

A obra de Aleijadinho está espalhada especialmente por igrejas e santuários de Minas Gerais, mas é na cidade histórica de Ouro Preto que se encontra a maior parte do acervo do artista, e também o museu com suas obras, documentos e parte de sua história, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição. O reconhecimento do artista ultrapassa as fronteiras brasileiras e ele é reconhecido mundialmente, como um mestre da arte barroca.

Entre suas obras mais importantes, além das citadas, temos a imagem de São João Batista, a portalada  da Igreja de São João do Morro Grande; a imagem de Nossa Senhora do Carmo na Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso; a imagem do Bom Jesus; o crucifixo na Matriz da Conceição; a Fonte da Samaritana no Seminário Maior; projeto e execução do chafariz no Hospício da Terra; altares colaterais de Nossa Senhora da Piedade e de São João Batista na Igreja de Nossa Senhora do Carmo; imagem de São Francisco de Paula atualmente no museu do MASP; estátuas dos santos Simão Stock e João da Cruz na Igreja de Nossa Senhora do Carmo; Imagem de Nossa Senhora das Dores no MASP, e inumeras outras obras desse impressionante artista brasileiro.

347 comentários

  1. ajndou bastante na minha pesquisa escolar beijosssss

  2. agora eu já sei porque meu avó só vive pesquisando sobre a vida desse cara;

  3. caranba as obras desse cara e irada

  4. q legal,estou no 5 ano e ele foi um grande escultor

  5. otimo pro meu trabalho,pow ameiiii

  6. muito bom aleijadinho foi um grande artista a história dele é muito imtresate, e ajudou muito na minha pesquisar.

  7. eu estou fazendo o trabalho sobre o aleijadinho pessoal

  8. pessoal achei a historia dele muito legal

  9. muito bom!!!!!vai ajuda no meu trabalho e é uma ótima historia!vlwww!!!

  10. adorei meu trabalho de escola ficou otimo!! valeu!! GENTE ESSE ALEIJADINHO VIVEU HEIN!!

  11. Bom, eu acho esse site muito bom, mas não troxe exatamente o que eu queria.
    Priciso me certificar que Aleijadinho também era um pintor da arte colonial, e pelo jeito não foi isso que eu achei.
    Mas valeu mesmo!!

    bjsss

  12. adorei…ajudou muito para mim fazer meu trabalho

  13. gostei muito da obra de aleijadinho e le e muito experiente com as obras e as estatuas que ele faz
    cutir.

  14. gostei muito adooooooorei

  15. eu adorei muito legal sauve 1.06 domingos de souza

  16. eu acho que este site foi muito bom e ajudou para muitos !
    mas eu não achei o que eu realmente queria bom é só isso que eu tenho para dizer tchal !!!

  17. textos muito grande ms e engraçado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  18. me ajudou muita na minha pesquisa

  19. AMEI E PARA MEU TRABALHO NA ESCOLA O THAMIRES EU USEI ESTE SITE OK BEIJOS THAMI

  20. otimo >< me ajudou, vou tirar total no trabalho s2

  21. gostei muito vou usar pra faze meu trabalho!

  22. valeu o meu trabalho agora pode ser concluído….

  23. Eu amei essas historias maravilhosas para hj em dia,que quase não temos cultura nessa sociedade que cada vez cresce mais e mais sem cultura e sem respeito para o passado que estar tão presente em nossas vidas!!!!!!!!!!

  24. chato ñ vale a pena pesquizar primeiro pq o site e ruim

  25. achei a historia de aleijadinho importantissima para o nao so o brasil como o mundo!!!!!!

  26. ruin nao me ajudou em nada

  27. muito bm pro meu trabalho de arte masssa muuiiiitttooo bmm

  28. eu fez uma pesquisa de antonio francisco lisboa

  29. iso e pra pesquisa de escola……..

  30. adoro hitoria…..

  31. Esse cara foi um artista muito bom na historia

  32. ótimo tudo que eu precisava saber

  33. adoreiii tudo que eu queria rsrsrsrs mais tem um probeminha é muito gradeekkkkk

  34. ótimo claro que esse saite é bom né Larissa Emanoelly vc num sabe é de nada então cale sua boca entendeu??

  35. que merda de site ñ encontrei nada

  36. Me ajudou bastante no meu trabalho escolar vou tirar um 10,e alem deu tirar 10 me fez aprender muito mais sobre a vida dele.#amei

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>