O Que é Costocondrite?

A Costocondrite consiste numa dor ao redor do osso do peito e das costelas e pode ser bem comum em pessoas que sofrem de fibromialgia (FM). Contudo, a Costocondrite não é uma condição clínica muito conhecida das pessoas que acabam não buscando o tratamento necessário para acabar com as dores.

No caso de quem já tem FM a Costocondrite pode representar um agravamento do quadro de dor. Qualquer fonte de dor deve ser tratada, além disso, pela região em que ela aparece nos casos dessa doença pode até causar a falsa impressão de que se trata de problemas cardíacos. A Costocondrite pode até ser comum, entretanto, é importanta ter certeza de que não se trata de um problema cardíaco.

A Costocondrite

As dores da Costocondrite são causadas por uma inflamação da cartilagem que faz a ligação entre as costelas e osso do peito. Existem níveis dessa doença indo desde leve até uma irritação extremamente dolorosa. As pessoas que sofrem dessa doença chegam a definir a dor como uma sensação de queimadura intensa.

Os médicos não têm muita certeza do que causa o problema, mas dentre as possíveis causas estão trauma no peito (pode ser num acidente de automóvel), trauma repetitivo, uso demasiado da região, infecções virais em especial aas respiratórias também podem ser causas. Alguns médicos acreditam que a FM pode ser uma das causas da Costocondrite.

Sintomas da Costocondrite

Dentre os principais sintomas dessa doença estão a dor na parede e na caixa torácica. Essa dor costuma piorar com a realização de atividades e exercícios. Uma pessoa que tem Costocondrite pode sentir uma dor muito intensa ao respirar fundo pelo fato que dor se espalha pela cartilagem inflamada. Quando se dá um espirro ou tosse a dor também pode aumentar.

É possível que a dor se espalhe para os ombros e para os braços através dos nervos que se ramificam para longe do peito. Aliás, esse sintoma é que faz com que a Costocondrite se pareça tanto com um problema cardíaco deixando muitas pessoas preocupadas em vão.

Existem casos em que a dor causada pela doença vem acompanhada de uma vermelhidão ou mesmo de um inchaço nas regiões mais dolorosas. Quando isso acontece se chama Síndrome de Tietze.

O Diagnóstico da Costocondrite

O diagnóstico da Costocondrite pode ser feito pelo médico através de pressão realizada sobre a área em que acontece o encontro das costelas e do osso do peito. Quando existe algum tipo de inflamação nessa região a causa mais comum é a Costocondrite. Em geral o médico realiza mais um teste para ter certeza de que não se trata de um problema cardíaco e outras doenças que também poderiam causar dores no peito.

Tratamento da Costocondrite

O tratamento da dor da Costocondrite pode ser feito com o uso de analgésicos como ibuprofeno ou acetiminofeno que são encontrados em vários medicamentos de uso comum. Basicamente se trata o problema como se trata qualquer tipo de dor proveniente de inflamação. Uma bolsa de gelo também pode ajudar a resolver o problema.

Quem sofre de Costocondrite e FM pode ter um certo problema para fazer o tratamento uma vez que ambos são opostos. Em geral a FM é tratada com outros tipos de medicamentos e calor. Se você tem os dois problemas pode resolvê-los colocando uma bolsa de gelo sobre o peito e alguma fonte de aquecimento em volta do corpo. A boa notícia é que a dor de Costocondrite costuma desaparecer em alguns dias ou semanas.

Questão de Respiração

As pessoas que mais sofrem com as dores da Costocondrite são aquelas que não sabem respirar como se deve. Para começar não prenda a respiração, é muito importante respirar bem e conseguir relaxar para que o seu corpo sinta menos dor. Reduzir o estresse do dia a dia pode ajudar a se manter livre das dores da Costocondrite.

Pode ser muito bom aderir a prática do Pilates para melhorar a sua condição física e a de respiração. Quando você respira corretamente ajuda o seu corpo a fazer menos esforço e assim a sentir menos dor. Manter uma vida saudável também é muito positivo para evitar outros problemas de saúde.

Fique Atento

Como já dissemos não são conhecidas as causas exatas da Costocondrite, mas se você passar por algum tipo de trauma como uma pancada muito forte na região do peito pode passar a apresentar as dores dessa doença.

Sendo assim qualquer situação de acidente ou mesmo que perceba que está usando muito essa região do corpo o que lhe causa dores é interessante ir em busca de um diagnóstico. Quanto antes tratar o problema mais cedo terá resolvido a questão. Viver com dor não é comum e você pode e deve tratar o problema.

Convivendo Com Costocondrite e Fibromialgia

A Costocondrite é fácil de tratar e de curar, já a FM é crônica e precisa ter cuidados sérios para evitar complicações. Quem tem as duas doenças não precisa ficar tão preocupado, pois com o tratamento médico correto é possível evitar muitas restrições na sua vida bem como complicações. A dica é sempre procurar acompanhamento médico e buscar associar ambos os tratamentos. Quando a Costocondrite é tratada corretamente mantém sob controle também os sintomas da FM.

Não se Automedique

Mesmo que a Costocondrite tenha cura e um tratamento relativamente simples não é aconselhado se automedicar pelo fato de que é importante ter o diagnóstico de um médico. Dores na região torácica devem ser observada com atenção especial uma vez que podem indicar problemas cardíacos.

Sendo assim evite não dar importância para uma dor dessas, se sentir qualquer tipo de dor sem explicação na região procure um médico para que ele possa descartar outras doenças como complicações cardíacas. Nenhuma doença é pouco séria ou exige menos atenção a ponto de você não procurar pelos cuidados e atenção de um médico.

A Costocondrite é uma doença que precisa de tratamento até mesmo para diminuir os incômodos que o paciente sente. Depois do diagnóstico siga as indicações do médico e se restabeleça evitando mais problemas no futuro.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário