Clorofórmio: Anestésico, Droga e Composto Químico

O Que é Clorofórmio?

A substância que conhecida por clorofórmio ou por triclorometano é um líquido incolor e volátil que produz um efeito anestésico. Pelo fato de ser uma substância volátil absorve o calor o corpo. Quando a temperatura do corpo é reduzida os nervos sensitivos deixam de exercer as suas funções e a sensação causada pela dor é diminuída.

A descoberta do clorofórmio se deu no ano de 1831 e era usado para substituir o álcool porque produz um efeito de euforia e desinibição. Também foi largamente utilizado como anestésico em partos e cirurgias. O clorofórmio deixou de ser usado pelo médicos como anestésico por que eles perceberam que essa droga poderia ocasionar a morte súbita devido a depressão circulatória.

O Que é Clorofórmio?

O Que é Clorofórmio?

Clorofórmio e Os Seus Males

O clorofórmio é uma droga que causa dependência e tem como principais vias de contato a ingestão, inalação e contato dérmico. No caso de ingestão dessa substância é possível ter queimaduras na boca e na garganta, além de dor no peito e vômito. Se ingerido numa grande quantidade o clorofórmio pode ser letal.

Dentre os seus outros efeitos negativos estão a irritação da pele, olhos e também do trato respiratório. Pode atingir o sistema nervoso central, sistema cardiovascular, fígado e rins. Ainda pode causar câncer dependendo do nível e também do tempo de exposição.

Clorofórmio Usado Como Droga

Um dos principais problemas em relação ao clorofórmio é o fato de que ele é usado como droga por muitos meninos de rua e jovens estudantes do primeiro e segundo graus. Como se trata de uma substância volátil evapora facilmente à temperatura ambiente e assim a sua inalação se torna mais fácil.

Dentre os seus nomes populares estão “loló”, “cheirinho”, “cola de sapateiro” e “lança perfume”. Os efeitos do clorofórmio são bem variados e incluem excitação, euforia, agressividade, visão confusa, alucinação, perda de controle, desorientação, sonolência, inconsciência e até mesmo convulsões, elas acontecem nos casos mais graves em que já houve intoxicação.

A Substância Química Clorofórmio

O clorofórmio é um líquido incolor que tem um odor bem característico, a sua densidade é maior que a da água e se trata de uma substância volátil. Solúvel em álcool e éter pode ser usado como anestésico e tem como fórmula química CHCl3 cujo nome químico fica como triclorometano.

A Substância Química Clorofórmio

A Substância Química Clorofórmio

O Clorofórmio Como Anestésico

Essa substância foi descoberta pelos químicos Eugene Souberian e Samuel Guthrie. A sua utilidade foi descoberta pelo professor de obstetrícia James Young Simpson que acabou causando em si mesmo um estado de narcose com o uso de clorofórmio. Após essa experiência bem pessoal Simpson começou a usar a substância como um tipo de anestésico para diminuir as dores das suas pacientes no momento do parto.

Porém, como já destacamos acima essa utilidade foi sendo descartada quando se percebeu que o clorofórmio poderia ser perigoso. Em paralelo a essa descoberta do perigo da substância também teve o surgimento de novas substâncias anestésicas como o óxido nitroso e o hexabarbital.

A utilização do clorofórmio como anestésico era grande devido a sua alta volatilidade, bastava que a substância fosse colocada junto ao calor da pele da pessoa a ser anestesiada e assim a substância era absorvida. Essa absorção provocava uma sensação de redução da dor porque “desligava” os nervos.

Os efeitos nocivos do clorofórmio para o fígado e também para as artérias coronárias fez com que o seu uso fosse deixado de lado.

Onde Encontrar o Clorofórmio

A produção desse composto químico pode acontecer na atmosfera, no solo e na água, porém, a sua principal fonte ainda é a síntese artificial. Pode ser obtido artificialmente através da cloração do metano ou mesmo da hidrocloração do metanol. Em ambos os processos é realizada a mistura de clorometanos e o clorofórmio é obtido depois por destilação.

Ainda é possível obter esse composto através da oxicloração do metano, porém, esse é um processo bem menos comum.

As Formas De Aplicação Do Clorofórmio

No Dia a Dia

O clorofórmio pode ser usado para remover manchas a seco.

Extintores

Nos extintores de incêndio o clorofórmio é utilizado como condutor de calor.

Na Indústria

O clorofórmio é utilizado na produção de pesticidas e corantes. Também pode ser usado como solvente, analítico e industrial para a extração e purificação de antibióticos, vitaminas, agentes de polimento, graxas, alcalóides, resinas, gorduras, borrachas, óleos entre outros.

Agente Propelente

Uma substância que é capaz de efetuar a propulsão de um corpo sólido.

Cosméticos e Medicamentos

Pode ser usado na formulação de alguns cosméticos e medicamentos.

Agente Fumigante

Um produto químico gasoso que pode ser usado como exterminante de pragas ou desinfetante, além da armazenagem de cereais.

Como Agir Em Caso De Contato Com Clorofórmio

As vias principais de contato do clorofórmio são o nariz (inalação), pele (contato dérmico) e boca (ingestão). Dependendo da quantidade a que se exposto pode chegar a causar a morte da pessoa em questão. Além disso, pode causar alterações no ritmo cardíaco, náusea, vômito, hipotensão, lesões hepáticas e renais entre outros sintomas.

Em caso de exposição a clorofórmio é muito importante procurar um médico rapidamente. Lembre-se que se trata de uma substância muito perigosa e que pode causar muitos danos a sua saúde.

Cuidados De Armazenamento

Vale ainda acrescentar que o clorofórmio é decomposto lentamente pela ação do oxigênio e da luz. Dessa forma ele vai se convertendo num composto tóxico denominado  fosfogênio e que deve ser armazenado em frascos escuros e de preferência que estejam cheios.

O Clorofórmio e As Histórias De Ficção

Provavelmente você já leu uma história ou viu um filme em que um personagem é anestesiado com clorofórmio para que fique inconsciente. A magia dessa substância nessas histórias é bastante recorrente embora não seja muito perigoso esse contato do composto com a pele seja por meio de um lenço ou mesmo pela inalação do mesmo num frasco.

Quase sempre o clorofórmio é usado com a intenção apenas de adormecer alguém nessas histórias, porém na vida real as consequências poderiam ser bem graves. Sendo assim a gente percebe que as histórias de ficção mudam um pouco a nossa percepção real das coisas. A próxima vez que assistir ou ler uma história que tenha o uso do clorofórmio lembre-se de como essa substância é perigosa.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário