Como Proteger seus Dispositivos IoT com uma VPN

IoT está cada vez mais na mira de hackers com os crescentes ciberataques. Por isso é essencial proteger seus dispositivos IoT com uma VPN

Sempre que conectamos um dispositivo à internet, vem a preocupação com a segurança. O medo de que dados pessoais ou profissionais vazem é real. Os sistemas IoT não ficam fora desse perigo, principalmente os sistemas de automação residencial e empresarial.

A proteção desses sistemas é essencial, por controlarem todo o espaço físico da residência ou empresa e armazenarem dados altamente pessoais. Além disso, garantir a segurança em IoT é necessária para vencer o ceticismo de muitas pessoas em relação ao seu uso e importância.

Com uma VPN seu tráfego é criptografado, de forma que terceiros não possam ter acesso. Saiba mais!

seguranca e protecao com anti virus

Seguranca e protecao com anti virus. Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/seguran%C3%A7a-prote%C3%A7%C3%A3o-anti-v%C3%ADrus-265130/

O aumento de ataques a sistemas IoT

O crescimento de ataques à sistemas IoT já é uma realidade preocupante. Muitos consideram até o termo “segurança em IoT” um paradoxo, pois acreditam que não há como garantir a segurança de um dispositivo IoT.

A principal culpa dessa brecha são as próprias empresas, principalmente as que fabricam roteadores, por venderem aparelhos diferentes utilizando o mesmo hardware, impossibilitando que o firmware do dispositivo seja atualizado. Com firmware desatualizado, a chance de ataque cibernético é maior.

Pesquisas mostraram que em 2 anos (2016 a 2018) os ataques a dispositivos IoT cresceram de forma alarmante. Em 2017, foram detectados mais de 7 mil vírus destinados apenas aos dispositivos IoT.

Além disso, o Brasil ocupou a quarta colocação no ranking de países com mais dispositivos IoT infectados. Isso mostra o quão inseguro são os sistemas e a preocupação em adotar meios mais seguros deve ser primordial.

Tipos mais comuns de ataques aos dispositivos IoT

Existem três tipos mais comuns de ataques aos dispositivos IoT: DDOS, Vírus e Malwares. Os DDOS (do inglês, distributed denial of service) são ataques de negação de serviço. Podem provocar redução de velocidade ou até bloqueio temporário total de um dispositivo, site ou aplicativo, por meio de uma rede controlada por um computador mestre remoto.

Os vírus são programas maléficos que tem alta disseminação por meio de arquivos infectados, spam e e-mails. Acontece pela ação do próprio usuário, ao baixar um arquivo ou clicar em algum link desconhecido.

Já os malwares são códigos instalados diretamente no dispositivo, facilitando a destruição de dados ou ataques DDOS. São os perigos mais comuns da automação residencial, sendo impulsionado pelos softwares com falha de segurança.

A segurança de dispositivos IoT com uma VPN

IoT e internet

IoT e internet. Fonte: https://pixabay.com/pt/illustrations/seguran%C3%A7a-castelo-certeza-internet-1202344/

Mesmo muitas pessoas acreditando o contrário, é possível sim aumentar a segurança dos dispositivos IoT. Somente assim é possível tornar o acesso mais restrito e menos vulnerável a ataques e invasores.

Uma das opções mais utilizadas é estabelecer o uso de uma VPN (Rede Privada Virtual). Quando o dispositivo for conectado a uma VPN, todo o tráfego de dados e informações é criptografado, tornando os dados ilegíveis mesmo se o dispositivo sofrer um ataque.

Uma VPN também pode proteger o dispositivo de ataques DDOS, protegendo o endereço IP, dificultando o ataque direcionado de hackers. Com o endereço de IP protegido, ou apenas “mascarado”, o rastreamento de atividades do usuário também fica impossibilitado, trazendo mais uma camada de segurança aos seus dados.

Uma solução para instalar a VPN em vários dispositivos é utilizar um roteador de VPN. Quando o roteador é configurado com uma rede privada virtual, todo e qualquer dispositivo que se conectar a essa rede vai estar automaticamente protegido por aquela VPN.

O desenvolvimento de dispositivos IoT ainda tem um longo caminho a seguir até ser totalmente seguro desde fábrica. Então, usar uma VPN pode ser a peça que faltava no quebra-cabeça para um uso seguro e eficiente desses sistemas.

Conclusão

Manter a segurança informacional pode ser visto como um grande desafio aos fabricantes de dispositivos IoT. Porém, para que se torne confiável ao usuário, pode-se contar com procedimentos seguros de criptografia e manutenção de dados, ou seja, a VPN.

Ao esconder o endereço IP e mesclar seu tráfego ao dos demais usuários, a VPN também pode criptografar seu tráfego, protegendo seus dados e comunicações. Não é à toa que as VPNs estão se tornando a escolha de quem quer ter mais segurança e privacidade online.

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Tecnologia

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.