Piores Epidemias Da História

Veja Os Piores Casos De Epidemia Que Já Foram Constatados No Mundo Todo:

Gripe Espanhola: Durante a Primeira Guerra Mundial, em 1918, mais de trinta milhões de pessoas morreram. Após o fim dessa grande grande guerra, a gripe espanhola, ou gripe de 1918, se alastrou, matando mais de vinte milhões de pessoas em questão de poucos meses. Depois de um ano, essa doença tinha matado quase cem milhões de pessoas.

Naquela época não existiam muitos recursos e o organismos das pessoas não estavam preparados para aquela doença. Seus sintomas são bem parecidos com o de uma gripe normal, como: febre, náuseas, dores, mas essa gripe fazia com que o pulmão inchasse de líquido, podendo levar o individuo à morte por falta de oxigênio.

Varíola: Antes de os europeus colonizarem a América, o continente Europeu possuíam, em média, cem milhões de habitantes. Com o passar do século e com as colonizações, este número chegou de dez a quinze milhões. Quando os colonizadores voltaram para o continente levaram várias doenças, como é o caso da varíola. Como ela era de fácil transmissão, já que era transmitida pelo ar e por secreções do corpo, ela se alastrou facilmente.

Esta doença provoca febres altíssimas, muitas dores pelo corpo, e pústulas, que são tipo bolhas, pela pele. Isso acontece após esta doença se alastrar pelo corpo todo. Em 1796, foi criada a vacina contra esta doença e em 1967 se iniciou um programa de vacinação que extinguiu esta doença, fazendo com que ela exista apenas em laboratórios.

Peste Negra: A maioria das pessoas já ouviu falar desta epidemia. A peste negra matou quase metade da população europeia. Esta grande epidemia aconteceu no século XIV e é conhecida também com Peste Bubônica. Naquela época, os europeus não possuíam qualquer tipo de higiene, fazendo com que as pessoas fossem infectadas mais facilmente.

Como o consumo de água da população era pouco, eles tomavam poucos banhos e quando os primeiros casos da doença apareceram, os corpos das pessoas que morreram ficaram jogados pelas ruas. Com isso, as pulgas dos ratos que estavam infectadas se tornaram os responsáveis por espalharem a doença. Os sintomas são: febre, muco com sangue, glândulas linfáticas inchadas e muita dificuldade para respirar.

no images were found

Malária: Esta doença é uma antiga conhecida do ser humano, pois há registros dela há quatro mil anos. Esta doença é transmitida através do mosquito que possui um protozoário, ao picar uma pessoa ela transmite o vírus. Após esse protozoário estar na pessoa, ele entra nos glóbulos vermelhos e os destrói.

Existem alguns tipos de malária que seus sintomas podem ser de moderados até fatais, mas em quase todos os casos os principais sintomas são: febre, calafrios, dores musculares, sudorese e cefaleia. Na África são diagnosticados cerca de quinhentos milhões casos por ano, fora as outras epidemias anteriores desta doença, chegando a matar de uma só vez mais de vinte mil pessoas nos Estados Unidos em 1906.

Tuberculose: Esta doença também é uma velha conhecida da humanidade, pois existem registros de ser encontrada a bactéria transmissora em múmias do Antigo Egito. Esta doença é transmitida de uma pessoa para a outra através do ar. Na maioria das vezes, chega até os pulmões da pessoa infectada causando fortes dores no peito, perda de peso, sudorese noturna, febre, fraqueza e fortes crises de tosse com sangue.

Além do pulmão, pode infectar os rins, o cérebro ou a coluna vertebral. Essa doença ainda hoje está presente mesmo com os tratamentos modernos. A tuberculose já matou muitas pessoas em momentos como a epidemia no século XVII na Europa, onde a cada sete pessoas que eram infectadas duas morriam. Fora os outros tantos casos de infecção em massa que aconteceram.

Cólera: Esta doença já foi muito conhecida na Índia, mas somente no século XIX que ela foi apresentada para o resto do mundo. Nesta época, ocorreram muitos comércios por navios, com isso facilitaram a transmissão desta bactéria, levando a doença para os seus destinos. Esta doença se propaga através da água ou dos alimentos infectados.

Os sintomas da cólera podem ser: vômito, diarreia e cãibras fortes nas pernas, esses sintomas levam a pessoa à desidratação. Muitos casos de cólera no século XIX na Europa aconteceram durante a Revolução industrial, acharam que era isso a causa dos sintomas, mas só mais tardes que perceberam que o causador era a água.

AIDS: Esta é uma doença que pode-se dizer que é nova, ela surgiu em meados dos anos oitenta. Até hoje esta doença já matou cerca de 25 milhões de pessoas. Entretanto, a AIDS não é a causadora da morte, ela entra em nosso sistema imunológico, que é responsável em defender o nosso corpo, e o enfraquece, fazendo com que outras doenças oportunas entrem em nosso corpo e elas sim matam as pessoas. Este vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue infectado, sêmen, íquido vaginal, entre outras formas. Quando essa doença se alastrou os motivos foram: sexo sem camisinha, uso de seringas coletivamente para injetar drogas, prostituição, entre outros motivos.

Febre Amarela: Na época em que os europeus começaram a trazer escravos da África, eles acabaram trazendo também doenças como a Febre Amarela, que acabou dizimando muitas fazenda e colônias, e até mesmo grandes cidades. Assim como a doença da Malária, ela é transmitia através do mosquito. Os sintomas são febre alta, cefaleia, dor nas costas, dores musculares, vomito, calafrios, etc. Muitas epidemias aconteceram resultando em muitas mortes.

Poliomielite: Esta é uma doença que os pesquisadores disseram que vem atingindo os humanos durante milênios e vem mantando milhares de crianças. Em 1952 foi estimado que mais de cinquenta mil casos da doença nos Estados Unidos foram diagnosticados, fazendo com que os pacientes ficassem paralisados e destes infectados mais de quatro mil pessoas morreram. A causa da poliomielite é o poli vírus que atinge o sistema nervoso do homem, e muitos dos casos podem não evoluir e se transformar em paralisia, sendo os principais sintomas: febre, vômitos, fadiga, rigidez e dor nos membros.

http://www.youtube.com/watch?v=U7GX3MAMpMs

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário