Lei Do Povoamento e Povos Indígenas: Expansão Capitalista

O homem cria com uma mão e destrói com a outra. Quem pensa que o capitalismo selvagem consiste em modalidade exclusiva da América Latina se engana de forma considerável. Ao analisar a história norte-americana existe a ótica sob a Lei do Povoamento que de forma prática serviu para aumentar à expansão do capitalismo e ao mesmo tempo exterminar o direito a terra dos índios nativos.

Lei Do Povoamento e Povos Indígenas: Expansão Capitalista

Lei Do Povoamento e Povos Indígenas: Expansão Capitalista

Guerra Da Secessão: Lei Do Povoamento e Povos Indígenas

Em plena época da Guerra da Secessão na qual o Sul lutava contra o Norte por causa de questões políticas e econômicas sobre a independência dos escravos acontecia outro tipo de batalha entre povos que não tinham o apoio de nenhuma parte dos lados estadunidenses: Os índios. Com a Lei do Povoamento dos Estados Unidos quem pagou o parto foram os indígenas que perderam todas as espécies de direitos como cidadãos ou donos de terra.

Guerra Da Secessão: Lei Do Povoamento e Povos Indígenas

Guerra Da Secessão: Lei Do Povoamento e Povos Indígenas

Expansão Norte-Americana: Destino Manifesto

Apesar de erigidos de forma escravocrata, entre o período da independência e a segunda metade do século XIX os Estados Unidos conseguiram conquistar amplo crescimento econômico, de forma principal por causa do algodão sulista. Com o pensamento de Destino Manifesto a Carta de Constituição do país foi escrita não apenas para organizar as regras como também de colocar o país no topo do mundo ao apontar de forma ideológica e educar as novas gerações de que estadunidenses foram povos escolhidos por deus para dominarem o mundo.

Lei Do Povoamento e Povos Indígenas: 1862

Em termos práticos diversos tipos de leis foram agregados ao texto oficial, entre elas a Lei do Povoamento, em 1862 que tem o cunho de expandir o território nacional não apenas para aumentar a economia como também no sentido de promover o capitalismo como regime econômico dominante no globo terrestre. Na prática, durante a época da Secessão, governantes perceberam que existia escassez de matéria-prima no sentido de abastecer a indústria de demanda de consumidores nacionais e internacionais.

Entre os principais os principais objetivos estavam à conquista de parte do oeste no continente norte-americano, território que até os dias de hoje é reivindicado por movimentos zapatistas. O governo começou a patrocinar interessados em fazer o domínio do local em nome dos Estados Unidos, fato que fez aumentar o número de imigrantes em busca de terras para ocupar e cultivar.

Expansão Do Capitalismo: Lei Do Povoamento

Quando o território foi ocupado e os índios exterminados da região começou a modernização da parte oeste. Depois da morte da Abraham Lincoln o país foi dominado por grandes investidores que investiram de forma pesada nos sistemas de transportes, desde navegação até às ferrovias a vapor. De forma prática foram abertos novos caminhos ao tráfego de mercadorias e pessoas, momento no qual aconteceu um boom em termos de algodão, milho, suínos e bovinos que abasteceram mercado interno e externo.

Nos dias de hoje Estados Unidos são conhecidos por causa do poder de compra e das empresas de tecnologia que pagam fortunas de salários e bônus aos executivos. Porém, ao final do século XIX o país era tido como a maior potência agropecuária do globo terrestre, o que facilitou para expandir o capitalismo e demonstrar que esse era o sistema no qual o mundo deveria depositar a confiança, ou seja, investir.

Combate Aos Indígenas: Lei Do Povoamento

De forma prática a expansão do capitalismo custou caro aos indígenas, afrodescendente sofriam por causa da segregação social (discriminação racial), mas não foram dizimados do território. Conforme os imigrantes norte-americanos avançavam para o oeste eram travadas batalhes no estilo faroeste contra os indígenas que sem poder de fogo perdiam as batalhas e recuavam das próprias terras. Inclusive os alimentos indígenas eram destruídos para diminuir a capacidade de força da luta, como os búfalos, por exemplo.

Crime Governamental: Lei Do Povoamento

Sob a ótica dos direitos humanos na prática aconteceu crime promovida por próprio governo norte-americano que fazia venda de terras que não lhes pertencia e por consequência os verdadeiros donos que habitavam as terras há séculos foram dizimados sem piedade ou algum direito.

Como foram retirados os direitos à cidadania da população indígena o ato de matar índios não era fato que contra as leis norte-americanas, o que ajudou de forma direta no extermínio que acontecer de forma gradativa. Colonos e indígenas entraram em batalhas sangrentas. Quando as terras eram conquistas, exista conjunto de indígenas que se organizava no sentido de reiniciar o combate para retomar as terras.

Não se pode ignorar o fato de que inclusive grandes empreendimentos instalados no oeste faziam pagamentos aos mercenários para ajudar no combate contra os indígenas. Os conflitos foram atenuantes ao ponto do exército militar fazer a intervencionar e por consequência acabar com o problema ao lado norte-americano, índios foram exterminados e não tinham forças para reorganizar no sentido de retomar as terras.

De fato, com a lei de povoamento os Estados Unidos conseguiram aumentar a força da economia no sentido de dar início ao poder econômico líder que representa nos dias atuais. Em troca foram mortos milhões de indígenas e tribos foram extintas. Não existe registro oficial sobre o número de óbitos entre os índios.

Grande parte do território que foi dominado e povoado na época fazia parte das tribos do México. Nos dias de hoje existe o grupo de zapatistas que reivindicam o direto às terras e boicotam a cultura americanizada que representa realidade do solo mexicano atual. Representa outro grupo de guerrilheiros que não apenas lutam contra a globalização como também para diminuir o nível de imperialismo bélico ou cultural por parte dos Estados Unidos.

Cuidado Amazonas!

Conforme indica o destino manifesto existe a crença dentro dos Estados Unidos que os mesmos foram povos escolhidos para dominar as diretrizes do mundo global. Nos duas de hoje as crianças são ensinadas que o território da floresta amazônica representa território mundial e a qualquer momento pode ser dominado por norte-americanos no sentido de buscar recursos naturais, como a água, visto que o local consiste no maior conjunto de bacia hidrográficas do mundo.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>