O Trabalho Infantil no Brasil

Trabalho infantil

Em pleno Século XXI, o assunto ¨trabalho infantil¨ era para ser coisa do passado, mas, infelizmente no Brasil e em muitas partes do mundo, ainda é uma triste realidade. No Nordeste brasileiro, nos canaviais dos Senhores de Engenho, essa prática ainda é muito freqüente, bem como, nas grandes plantações de tomate da Região Nordeste. Grandes grupos de crianças, capitaneadas por um adulto, trabalham com empreiteiros que ainda exploram o trabalho de menores. A extensão territorial brasileira funciona como uma proteção para os que no Brasil, ainda lidam com esse tipo de coisa, pois o governo não tem ou não quer ter, as condições necessárias para por fim a essa atividade irregular que é o trabalho infantil no Brasil, uma atividade degenerativa da moral do cidadão brasileiro, que se locupleta com tal exercício de fins lucrativos. 

Imagem de Amostra do You Tube
Reportagem 

Para as crianças, os prejuízos são maiores. Entre eles, a perda do tempo de estudo na infância, elevando os índices do analfabetismo. Para a Saúde da criança e a formação física estrutural da criança, fadiga e insônia. As crianças ainda com sua formação física incompleta, ficam mais susceptíveis aos riscos de doenças e acidentes. Mas também é grave, a situação das crianças, em idade escolar, não freqüentarem a escola, por estarem trabalhando. 

O Trabalho Infantil no Brasil

O Trabalho Infantil no Brasil

 

Como classificam o trabalho infantil

De maneira didática, poderíamos classificar o trabalho infantil como sendo um grande obstáculo ao trabalho decente e ao próprio desenvolvimento do ser humano, tanto pelos reflexos no futuro, mas também pelos efeitos imediatos que são conseqüências do trabalho infantil, tais como doenças, acidentes e a não escolaridade em tempo ábil. Toda a criança que não vai à escola e é levada ao Trabalho Duro na infância, perde o prazer pela atividade, por isso, sua remuneração será sempre inferior, não só por sua baixa qualificação para o trabalho, além da desmotivação, um verdadeiro Serviço Sujo, oferecido aos menores, por pessoas sem escrúpulos. Isto tudo vai causar ao jovem que não teve acesso a escola, ao longo de sua carreira, a diminuição das possibilidades de alcançar rendimentos superiores, especialmente, para estes jovens que começaram a trabalhar na infância, diferentemente dos que começam aos 20 anos, amadurecidos e preparados física e intelectualmente para o trabalho, até mesmo, independente do seu grau de cultura e de escolaridade qualificante. 

Pesquisa Sobre Trabalho Infantil

 

Índices de trabalho infantil caem no Brasil

Segundo o último trabalho apresentado pela OIT, órgão ligado a Organização das Nações Unidas, a ONU, em 1992, havia 8.42 milhões de trabalhadores com idade inferior e entre 5 a 15 anos, inceridos no mercado de trabalho, mas, felizmente o trabalho infantil no Brasil, caiu em 50%, nos últimos l5 anos, numa Demonstração de Perseverança que inclusive, mereceu destaque internacional pelos esforços do governo brasileiro, em favor da diminuição do trabalho infantil no país. De acordo com estudos relativos ao assunto, essa desaceleração é em conseqüência da manutenção, em alto nível, da ocupação das crianças entre 5 à l3 anos de idade, na escola.


Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


    Artigos populares

    Comentários

    Deixe um comentário