Quem Inventou o Miojo?

Existem diversas discussões para saber quem foi o grande inventor do macarrão instantâneo. De forma principal essa consiste mais uma guerra travada entre chineses e japoneses por conta da patente de invenção que se sabe ter ocorrido no sul da Ásia. De qualquer maneira o termo “Miojo”, espécie de macarrão instantâneo moderno feito para ficar pronto de forma rápida, foi inventada no Japão durante a Segunda Guerra Mundial de forma principal para alimentar as tropas que se encontravam em serviço militar.

Quem Inventou o Miojo

Quem Inventou o Miojo

Momofuku Ando: Inventor Do Miojo

Momofuku Ando, homem que tem o título de ter inventado o “Miojo”, fundou a empresa NISSIN de modo específico para vender a sua invenção. Interessante notar que o alimento também fez sucesso nos supermercados japoneses durante a II Guerra Mundial. Ando morreu com 96 anos e a sua empresa consiste na maior vendedora de macarrão instantâneo no mundo. Foi um homem que compreendeu existir demanda por alimento barato e de qualidade no mundo.

Miojo e Segunda Guerra Mundial

Durante a Segunda Guerra Mundial o Japão sofria também por causa do racionamento que fazia a mesa das casas da população ficar mais vazias, o que de certa maneira prejudicada na moral do povo. As filas nos estabelecimentos comerciais davam voltas ao redor do quarteirão para conseguir comprar uma dúzia de ovos, por exemplo. O mercado negro também funcionava de forma potente e as pessoas que contraiam dívidas por vezes pagavam com a própria vida por assassinatos da máfia.

Miojo e Segunda Guerra Mundial

Miojo e Segunda Guerra Mundial

Quem Inventou o CUP NOODLE?

Não se pode ignorar o fato de que Ando também inventou sistema no qual o macarrão fica em um copo de isopor e recebe água quente para preparar os produtos em menos de três minutos e inventou o “CUP NOODLE”. O H2O não cozinha o alimento, como acontece na forma tradicional de fazer o Miojo de saco.

Em termos práticos o conteúdo líquido quente serve para amolecer o conteúdo que está pré-preparado. O diferencial do formato acontece não apenas por causa da textura do macarrão como também na quantidade de alimentos e existem na parte interna. Também não é necessário adicionar tempero, outra peculiaridade do macarrão instantâneo em copo plástico.

No começo dos anos setenta do século XX (momento no qual a invenção da NISSIN entrou no mercado) o produto fazia sucesso no Ocidente e Oriente aproveitando os efeitos da globalização e necessidade do povo de se alimentar com algo que seja rádio, gostoso e nutritivo.

Não se pode ignorar que o inventor do “Miojo” e “CUP NOODLES” (CN) foi figura popular não apenas no Brasil como também em terras japonesas. No ano da morte chegou a fazer propaganda sobre o CN que vai ser vendido para os astronautas se alimentarem em viagens espaciais. Ele afirmou que o segredo para chegar quase aos cem anos de vida está na qualidade dos produtos, visto que de forma usual Ando era fotografado se alimentado da própria invenção.

Miojo e Japão

O Miojo representa alimento que faz sucesso em termos mundiais. Existem diversos tipos, mas apenas a NISSIN consegue implantar textura e tempero com sabores que agradam grande parte dos consumidores do alimento. Porém, talvez o local no qual se consuma com maior variedade o alimento de forma provável é o Japão, mesmo local em que aconteceu a invenção de origem moderna que ajuda as pessoas que não possuem tempo para fazer o alimento. Também se trata fonte de vitamina barata, outra característica que explica o sucesso.

O Miojo NISSIN conquistou o destaque e grande auge em termos de tecnologia ao negociar com a NASA produtos que servem para alimentar as pessoas que estão em missões espaciais no espaço. O poder de marketing da empresa aumentou no sentido de se distanciar na liderança em vendas ao comparar com concorrente do mercado que também vendem macarrão instantâneo.

Como Preparar o Miojo?

Em termos práticos existe uma propaganda enganosa ao levar em conta que existe a necessidade de esperar a água ferver, o que de certa maneira demorar cerca de cinco minutos. Depois de ferver retirar o macarrão da embalagem e jogue na água. Espere por cerca de trinta minutos, um pouco mais para quem gosta de cozido ao extremo, menos entre as preferências do gênero.

De certa maneira cada pessoa tem o jeito próprio de fazer o Miojo. Se preferir, acrescente vegetais ou outras combinações que se adequam ao tempero, conforme indica as instruções na embalagem do produto. Atenção! Para os sabores tipo “HOT” existe a necessidade de cozinhar por menor tempo e quantidade de água. A edição TALHARIN também demanda o mesmo tipo de cuidado no preparo.

Na sequência deixe esfriar por um minuto. Existem pessoas que não gostam de esperar sessenta segundos adicionais e adicionam o tempero depois do prazo de cozinhar, o que pode acontecer sem maiores problemas.

Para fazer o CUP NOODLE o método é diferente. Ferva cerca de 500 ml de água e na sequência despeja no pote até o local no qual está a linha pontilhada. Tome o cuidado e abrir apenas pequenas partes na embalagem que deve ser fechada para que a água quente amoleça o alimento e faça a sopa com pedaços de alimentos. Os métodos de preparo nos ônibus espaciais mudam em níveis a se considerar.

Qual a Importância Do Miojo?

Existem especialista sem história do Japão que colocam o Miojo como principal invento japonês durante os cem anos do século XX, refletindo a importância que o alimento possui na cultura japonesa moderna. O povo que tem a imagem do “trabalho” precisa se alimentar de forma rápida para poder seguir nas rotinas, quadro em que o Miojo se enquadra de forma precisa.

Há quem diga que significa o grande líder dos macarrões entre o consumo popular. Com o aumento da demanda por alimentos, produtos baratos e nutritivos fazem sucesso entre grande parte da população mundial. O inventor conseguiu compreender a demanda e lançar o produto que teve aceitação no público de massa global. Número superior do que sessenta bilhões de unidades do Miojo da NISSIN foram consumidos no ano de 2008.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Invenções

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário