Os Melhores Cronistas Brasileiros

Crônica é um gênero literário, uma narração que segue um tempo, uma ordem temporal tendo como exemplos artigos de jornais, comentários científicos e literários, basicamente a crônica é um texto informativo. Muitos autores brasileiros são grandes mestres nas escritas das crônicas, muitos deles ficaram famosos escrevendo somente esse gênero literário, já outros ficaram famosos também por esse mas também pelos tantos outros gêneros, como é o caso de Machado de Assis.

Os Melhores Cronistas Brasileiros

Os Melhores Cronistas Brasileiros

  • Carlos Drummond de Andrade: Este foi um cronista, poeta e contista brasileiro nascido em Itabira em 31 de outubro de 1902 e falecido em 17 de agosto de 1987. Mineiro, sua memória e parte de suas obras permanecem em sua cidade natal. Já adulto foi estudar em Belo Horizonte, no Colégio Arnaldo e depois foi para Nova Friburgo, onde estudou no Colégio Anchieta junto dos Jesuítas, se formando em farmácia. Depois de formado ele, Emílio Moura e outros se juntaram e montaram então “A Revista” para poderem divulgar o modernismo no Brasil. Carlos se casou com Dolores Dutra com quem teve uma única filha, mas sua filha acabou falecendo e logo depois ele também veio a falecer.
  • Ivan Lessa: Ivan Pinheiro Themudo Lessa era um jornalista, escritor e cronista que nasceu em São Paulo no dia 9 de maio de 1935 e faleceu em 8 de junho de 2012 em Londres, Paris. Ele já possuía em suas veias o dom da escrita, pois seu pai era jornalista e sua mãe cronista. Ivan foi um editor e também colaborador do jornal “O Pasquim”, onde ele assinava a sessão “Gip-Gip-Nheco-Nheco” e no “Os Diários de Londres”. Ele morou em Londres desde janeiro de 1978, onde escrevia três vezes por semana, crônicas para o jornal BBC Brasil.
  • Ignácio de Loyola Brandão: Este era um romancista, contista e cronista brasileiro que nasceu em Araraquara em 31 de julho de 1936. Desde muito pequeno, Ignácio sonhava em encantar a todos através da literatura. Trabalhou para a “Revista Planeta” como editor durante 1972 a 1976. Muitas de suas obras não eram aceitas, ele saiu então do Brasil em 1975 sendo proibido pela censura sendo liberado em 1979.
  • Mário Prata: Mário Alberto Campos de Morais Prata é em escritor, jornalista e dramaturgo brasileiro que nasceu em Uberaba em 11 de fevereiro de 1946. Desde os dez anos de idade Mário já escrevia no laboratório de seu pai, eram crônicas que falavam sobre a dúvida de Deus existir. Ele era o redator no jornalzinho de sua escola, e mais a frente, aos quatorze anos, teve uma coluna social no jornal “A Gazeta Lins”, que era seu vizinho de frente. Depois de algum tempo, Mário começou a fazer tudo no jornal, em funções como repórter, editor, fazendo alguns artigos de peso. Passou também uma temporada de dois anos em Portugal, onde conseguiu escrever uma obra. Ele também fez algumas novelas da Rede Globo como: “Estúpido Cupido” e “Bang-Bang”.
Mário Prata

Mário Prata

  • Rachel de Queiroz: Esta foi uma tradutora, escritora, cronista, romancista, jornalista e dramaturga brasileira que nasceu em Fortaleza em 17 de novembro de 1910 e faleceu em 4 de novembro de 2003 no Rio de Janeiro. Ela foi a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras e também foi a primeira a receber a premiação de “Camões”, que é uma espécie de Nobel no Brasil. Esta grande autora possui muitas obras e também muitas premiações.
  • Rubem Braga: Este foi um escritor e cronista brasileiro que nasceu em Cachoeiro do Itapemirim, em 12 de janeiro de 1913 e morreu no Rio de Janeiro em 19 de dezembro de 1990. Ele é lembrado até os dias de hoje como o melhor cronista brasileiro já existente, possuindo muitas obras desse gênero literário.
  • João Ubaldo Ribeiro: Este é um escritor, roteirista, professor, jornalista e cronista brasileiro que é formado em direito e é um membro da Academia Brasileira de Letras. No ano de 2008, ganhou o “Premio Camões”, que é a maior premiação de um escritor brasileiro. Algumas de suas obras também foram adaptadas para o cinema e para a televisão. Este escritor chegou a escrever seis crônicas, sendo uma delas “O Rei da Noite”.
  • Machado de Assis: Joaquim Maria Machado de Assis é um escritor brasileiro considerado um dos maiores nomes da literatura nacional. É nascido no Rio de Janeiro em 21 de julho de 1839 e faleceu em 29 de setembro de 1908. Ele foi um escritor completo, escreveu quase todos os gêneros literários, sendo um romancista, cronista, contista, poeta, dramaturgo, folhetinista, crítico, entre outros. É considerado um dos maiores gênios da literatura histórica, junto de William Shakespeare, Luís Vaz de Camões e Dante Alighieri. Machado de Assis foi testemunha da mudança política no Brasil de Império para república, e foi um grande comentarista e também relator dos eventos acontecidos naquela época. Este escritor deixou muitas obras para que o povo brasileiro e do mundo inteiro contemplassem.
Imagem de Amostra do You Tube
  • Luís Fernando Veríssimo: Este é um escritor brasileiro nascido em Porto Alegre em 26 de setembro de 1936. Este escrito é mais conhecido por suas crônicas e por seus textos de humor, mas o principal são as sátiras que são de costume desse autor, que são publicadas em vários jornais diariamente. Luís é também roteirista de televisão, tradutor e cartunista brasileiro. Ele é atualmente o escritor mais popular do país, sendo filho do grande escritor Érico Veríssimo. Na sua história já são mais de quarenta crônicas escritas, além de seus muito outros trabalhos de outros gêneros literários. Além de escritor, Luís também tocou saxofone em alguns conjuntos musicais.
  • Martha Medeiros: Esta é uma escritora, jornalista, cronista, poetisa e aforista brasileira nascida em Porto Alegre, em 20 de agosto de 1961. Sua mãe era colunista dos jornais “Zeros Grau” e “O Globo”. Ela se casou com um publicitário com quem teve dois filhos. Trabalhou como publicitária e com propagandas onde não se sentiu bem trabalhando, então seu marido recebeu proposta de emprego no Chile e ela achou uma boa ideia ir para um novo país e ter uma nova vida. Ela decidiu começar a escrever crônicas para um jornal, a partir dai sua carreira começou a deslanchar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>