Seres Ovovivíparos

São chamados de ovovivíparos os animais nos quais após a fecundação do óvulo, o embrião se desenvolve dentro do ovo que, por sua vez, continua alojado no corpo da mãe, para receber proteção. Mas, diferente do que acontece com os mamíferos (que são vivíparos), o embrião não depende dos nutrientes da mãe para desenvolver-se, pois todos já se encontram dentro do ovo. Os ovos eclodem dentro da mãe, e o indivíduo já nasce plenamente formado.
Um grande número de peixes é ovovivíparo, assim como alguns repteis, especialmente os invertebrados. O tubarão é um exemplo de peixe ovovivíparo, assim como algumas cobras venenosas como a jiboia e a sucuri. Os escorpiões também são ovovivíparos.

Seres Ovovivíparos

Seres Ovovivíparos

Uma questão que causa muitas dúvidas é a reprodução do cavalo-marinho. Apesar de serem espécies de peixes, que frequentemente se reproduzem desta forma, eles não são ovovivíparos. É comum ouvir dizer que a fêmea passa os ovos para o macho, mas estes “ovos” são, na realidade, óvulos ainda não fecundados. A fecundação acontece apenas dentro da cavidade folicular, e o embrião alimenta-se através de sua ligação com o pai e outros embriões, sendo considerados vivíparos.


Categoria(s) do artigo:
Animais

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • só para constar, a jiboia e a sucuri não são venenosas…

    rodrigo assis 15 de março de 2013 1:46
  • amei

    shoq 6 de novembro de 2013 21:34

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *