Plantas em Estufas

Plantas em estufas

As estufas são estruturas criadas especialmente para proteger as plantas, favorecendo o seu perfeito desenvolvimento, consolidando assim a proteção do meio ambiente. A necessidade de proteger as plantações mais sensíveis especialmente nas épocas de clima adverso, tanto pelo calor quanto pelo frio extremo, é o fator principal para a utilização das estufas e sua utilização é cada vez maior em todo o mundo, com o objetivo de evitar os prejuízos causados por geadas, temporais, granizo, nevada, frio ou calor extremo, e outras condições ambientais adversas como os desastres naturais. A difusão das estufas pelo mundo se deve ao aparecimento do plástico, um material versátil e de baixo custo, condições que permitem que encontremos estufas plásticas em quase todos os lugares.

Plantas em Estufas

Plantas em Estufas

Origem das estufas

Existem registros de estufas desde o início dos séculos e da Roma antiga. Já no século XVII estruturas imensas eram construídas para abrigar plantações de laranjas e de abacaxis, nessa época tinham nomes relacionados as plantas que protegiam, como “abacaxizerias” ou “laranjerias”. Com o passar do tempo e o desenvolvimento de materiais mais baratos como o plástico, a construção das estufas se tornou mais acessível e o homem percebeu que dentro das estufas era possível reproduzir as plantas mais sensíveis e delicadas fora das estações e em locais de clima considerados inadequados. Nas estufas o homem pode controlar o espaço natureza e esse conhecimento inspirou métodos para construção de novas estruturas para o desenvolvimentos de plantas exóticas e espécies úteis também.

Mudas

Mudas

Uso das estufas

A capacidade de propagação de plantas em um ambiente protegido e controlado permitiu o desenvolvimento de culturas de diferentes espécies, e cultivos controlados para pesquisas cientificas e médicas com plantas, possibilitando também a preservação de espécies em extinção, além do uso para o cultivo de flores exóticas e na produção agrícola. As estufas podem estender o período de cultivo de algumas espécies em semanas, ou também de criar um microclima capaz de servir como substituto ao meio ambiente natural da espécie. Depois da Primeira e Segunda Guerra Mundial as estufas passaram a ser utilizadas em escala comercial com objetivo de alimentar a população do mundo.

Hidroponia

Hidroponia

Vantagens na utilização de estufas

Como já falamos, o principal objetivo das estufas é controlar e evitar fatores ambientais adversos, e também organizar de forma racional o cultivo ou a plantação de determinadas espécies, eliminando os principais problemas que atingem essas culturas. Além da sua utilização em caráter comercial para o cultivo de alimentos, plantas medicinais para pesquisa ou fabricação de medicamentos e plantas ornamentais, as estufas domésticas também são bastante comuns no Brasil. São pequenas estruturas construídas muitas vezes artesanalmente, para o cultivo de espécies de flores, pequenas hortas e outras culturas, como uma forma de terapia, por pessoas que gostam de mexer com a terra e da arte que é cultivar plantas de qualquer espécie.


Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Recentes

Comentários

Deixe um comentário