Venenos Mortais

Conheça as Mais Venenosas Substâncias do Mundo

Existem venenos de vários tipos, com vários efeitos e extraídos das mais diversas fontes. Alguns venenos são extraídos de animais como cobras ou outros bichos peçonhentos, ou de vegetais como algumas espécies de cipó, ou até de origem mineral, além dos artificiais, produzidos em laboratório.

Lentos

Como é Medido Seu Poder de Provocar Danos

Para conseguir medir a capacidade danosa de um veneno para o organismo, é utilizada a chamada “dose letal 50” – DL50. Essa dose estabelece quanto veneno de um determinado tipo é necessário para matar metade da população de animais de teste, em até 14 dias. Os piores venenos são originados de bactérias.

Letais

Quais São os Venenos Mais Perigosos do Mundo

Cianureto

Pode ser encontrado em vegetais como a mandioca, ou produzido em laboratório. A forma de contaminação desse veneno é através de ingestão ou inalação (pois o veneno é encontrado em forma de gás ou pó), e a dose necessária para matar um homem é aproximadamente 5 miligramas por quilo. É um veneno que possui antídoto, o nitrito de sódio. Este veneno mata destruindo as células do sangue, provocando parada respiratória e debilitando o sistema nervoso.

Venenos Mortais

Estricnina

Esta substancia é extraída da planta Strychnos nux vomica, e também contamina através de ingestão, inalação ou contato com pele ou mucosas. A dose letal da estricnina é de 2,3 miligramas por quilo. O veneno não possui antídoto – o máximo que se pode fazer atualmente é amenizar os sintomas utilizando Diazepan intravenoso. Mata através de convulsões e espasmos musculares violentos, até resultar na asfixia do contaminado.

Sarin

Este veneno foi sintetizado artificialmente em laboratório (foi criado pelos nazistas em 1939), e contamina através da inalação, levando à morte através de parada cardíaca e respiratória – resultado da debilitação muscular provocada pelo veneno, que precisa de apenas 0,5 miligramas por quilo para ser letal. O antídoto é o remédio atropina.

Ricina

Este veneno extraído da mamona é considerado o mais perigoso obtido de um vegetal. Uma única semente de mamona possui ricina o suficiente para matar uma criança. Este veneno não possui antídoto, e necessita de 22 microgramas por quilo para matar.

Toxina Diftérica

Este veneno se encontra no bacilo Corynebacterium diphtheriae – a forma de contaminação é através de gotículas de saliva ou espirro de pessoas que sejam portadoras do bacilo. São necessários apenas 100 nanogramas por quilos para matar alguém, mas possui antídoto: o soro antidiftérico.

Shiga Toxina

Encontrado nas bactérias Shigella e Escherichia, pode ser ingerido através de bebidas ou alimentos contaminados. A dose letal deste veneno é de 1 nanograma por quilo, e não possui antídoto.

Toxina Tetânica

Originado da bactéria Clostridium tetani, contamina através do contato da pele com a bactéria. A dose letal é igual e da Shiga toxina, e o nível de morte chega a 50% das pessoas não tratadas. O antídoto é o soro antitetânico.

Toxina Botulínica

Também presente em uma bactéria, a Clostridium botulinum, contamina através de inalação ou ingestão de alimentos ou água infectados. A dose letal é mínima: 0,4 nanogramas por quilo matariam uma pessoa. Também possui antídoto, a Antitoxina trivalente equina.

Por Andressa Silva


Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *