Ponto de Interrogação

O ponto de interrogação esta muito presente em nosso dia a dia, esta em todas as perguntas que dirigimos ao outro ou que nos são dirigidas, enfim, ele faz parte dos sinais de pontuação e é representado pelo conhecido sinal gráfico “?”. No momento da leitura, ele faz com que o leitor entoe a frase onde existe o sinal de forma que seja interpretada como uma dúvida ou uma pergunta. Este sinal é utilizado em todos os tipos de escrita cuja origem seja romana. Onde não houver o ponto de interrogação não há a possibilidade da frase ser compreendida como uma pergunta, sendo assim ela se transforma automaticamente em uma afirmação, desta forma prejudicando o importante processo de comunicação entre as pessoas.

Ponto

Origem

O ponto de interrogação é um sinal de pontuação que vem de uma abreviação. A palavra questio, “questão” no latim, era usada ao final das frases como uma forma de indicação a uma pergunta. Esta palavra foi abreviada por duas vezes em uma tentativa de economizar espaço. Da primeira abreviação surgiu qo, mas esta forma poderia confundir os leitores, indicando o fim da frase. Posteriormente surgiu o q minúsculo colocado acima da letra o, desta forma surge o embrião do ponto de interrogação “?”, que conhecemos até hoje.

Abreviação

Outras Línguas

O ponto de interrogação apresenta algumas variações de uma língua para outra, por exemplo, em castelhano são usados dois pontos de interrogação, um ao início e outro ao fim da oração, curiosamente o que é colocado ao início da oração é grafado de cabeça para baixo, como no exemplo da frase: ¿Qué pasa?. Esta forma, curiosa para nós brasileiros, é utilizada com o intuito de auxiliar no processo de linguagem oral, pois assim o leitor tem a oportunidade de se orientar já ao início da oração, e saber que se depara com uma dúvida ou questionamento, já diferenciando sua entonação de voz.

Orientar

As interrogações na vida

Mas além das regras ortográficas, quantos outros significados podem ter um simples ponto de interrogação? Podemos dizer, sem medo de errar, que ele representa a maior causa de ansiedade dos seres humanos, pois milhares de dúvidas nos atormentam todos os dias. Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? Talvez estas sejam as dúvidas mais cruciais que inspiraram muitos pensadores, filósofos, poetas, etc., que produziram importantes obras com teorias que tentam elucidar estas questões, mas apesar disso, estas mesmas perguntas ainda hoje inspiram tantos outros gênios da humanidade e pessoas simples como cada um de nós. Enfim, não há um só dia em nossas vidas no qual a dúvida não esteja presente, seja por questões muito profundas ou por simples incertezas de nosso dia a dia. Que roupa usar? Como arrumar um bom emprego? É possível explicar o amor? Cada um de nós deve encontrar a sua própria resposta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>