Como um E-mail é Enviado?

As mensagens de e-mail se tornaram muito comuns na vida das pessoas atualmente, principalmente, no ambiente de trabalho. Você parou para pensar como essas mensagens que enviamos todos os dias chegam até o destinatário final? Claro, que existe a tecnologia e “seus mistérios” por trás disso, porém, de uma forma simples, podemos dizer que um e-mail segue uma rota passndo por quatro computadores antse de chegar no destino final.

A Rota do E-mail Enviado

Obviamente, o caminho percorrido começa no seu computador, quando você está digitando a mensagem, o e-mail. E claro, também dá para deduzir qual será o último computador dessa rota, a de quem estará recebendo o e-mail. E os outros três?

O segredo nessa rota do caminho que faz o e-mail é a parte “central”, os computadores: segundo e o terceiro. Eles estão entre o que manda e o que recebe e são chamados de servidores. O primeiro desses dois é o SMTP que significa Simple Mail Tranfer Protocol, em português, se diz “protocolo simples de transferência de correio”. Também tem o “protocolo de correio”, o POP3, Post Office Protocol.

Ambos computadores, os servidores, são bem diferentes das máquinas que temos em casa, esses são enormes. É como se eles fizessem um serviço do correio tradicional, armazenam, separam e depois enviam as as mensagens, para o endereço que você digita quando quer mandar uma mensagem para alguém.

Como os Servidores Trabalham Para Enviar a Mensagem

Os servidores para realizarem essa tarefa precisam estar programados com software específio para esse trabalho. Com os programas certos, essas máquinas são capazes de gerenciar o caminho das mensagens e fazer que eles cheguem ao destinatário correto.

Na prática, empresas que oferecem contas de e-mail possuem servidores, Yahoo!, Gmail, Hotmail, entre outras. Também possuem esses servidores, instituições de ensino e empresas que servem para auxiliar o trabalho de funcionários e estudantes, que possuem contas de e-mail vinculadas a elas.

Graças aos megacomputadores, atualmente o número de contas de e-mail no mundo é de 547 milhões de endereços, aproximadamente. Cerca de 91 bilhões de mensagens são enviadas na internet todos os dias, um número muito maior do que as cartas entregues pelo correio.

Os dados aproximativos dizem que no Brasil, todos os anos, cerca de 15 bilhões de e-mails são enviados, enquanto o número de cartas não supera 8 milhões, praticamente a metade. É bem verdade que observando a urgência de entregar uma mensagem atualmente, parece até que muitas cartas ainda circulam por aí.

Porém, como nem tudo é perfeito, o grande problema das mensagens eletrônicas, do e-mail, são os spams. Aquelas mensagens que você não pediu e nem quer receber, muitas vezes, de golpe e que pode encher a sua caixa de correio eletrônico. Por dia, calcula-se que o número de spams enviados cheguem a 28 bilhões no mundo.

As empresas de correio eletrônico conseguiram criar filtros que enviam essas mensagens indesejadas para uma caixa separada. Mas, nem todas são reconhecidas e de qualquer forma, ficam armazenadas no seu e-mail.

O Passo a Passo do E-mail Até Chegar no Destino Final

1- Uma pessoa acaba de digitar um e-mail e clica em enviar. É a hora do seu computador começar a se conectar com outros e a sua mensagem viajar até o destinatário final. O primeiro passo que o computador faz é de transformar palavras e número em linguagem digital binária. Isso se transforma em sequências de número enormes, com muitos uns e zeros, cuja variação tem a ver com o que foi escrito.

2- Depois de decodificar a mensagem ele se conectará com um outro computador, neste caso, o servidor, que vai armazenar as informações e seguir o caminho mandando a mensagem para o destino final dela. São programas como “cliente de e-mail” que fazem essa conexão, Eudora e Microsoft Outlook são exemplos. Quando um serviço de e-mail que tem um site na internet manda a mensagem, a conexão é feita com o servidor pelos próprios.

3- Através de recursos como linhas telefônicas ou cabos é que a mensagem chega até o servidor do destinatário final, esse é chamado de SMTP. Também é um grande servidor que vai fazer a identificação do computador, aquela parte que está depois do sinal “@” e o servidor, Gmail, Hotmail ou qualquer um outro. Funciona que todos os e-mails que terminarem com o @gmail.com serão direcionados para o servidor do “Gmail” e assim por diante.

4- Quando chegar no quarto passo é relacionado a quem recebeu a mensagem que foi encaminhada através do SMTP, também chamado de POP3. As mensagens que cada um usuário deve receber chega até cada um deles. Neste ponto, o nome que está antes do “@” é levado em consideração. Vejamos um exemplo: o servidor POP3 do Hotmail separou todo os e-mail que foram mandados para o joao@hotmail.com e depois envia para a caixa postal dele, para o correio eletrônico dessa pessoa.

5- O servidor POP3 tem um disco rígido e essa é a caixa postal de cada uma das pessoas que possuem uma conta de e-mail. Para isso, ele deve ser mantido com senha e que tem o seu acesso restrito a cada proprietário de conta.

Já o tamanho da caixa postal varia de acordo com o provedor e muitos oferecem o serviço gratuitamente, normalmente, com no máximo 100 megabytes.

6- A etapa final do processo de envio é quando o destinatário abre o e-mail para ver a mensagem. Para isso, como sabemos é necessário que ele use o programa da empresa na qual tem o e-mail ou o site , use a senha e veja os e-mails que chegaram.

O modem faz o processo contrário no computador: ele transforma a informação que tinha sido toda digitalizada em números e letras, para que o e-mail se torne legível pelo usuário.

O mais incrível é pensar que todo esse processo que foi descrito aqui é feito em poucos segundos. Basta você fazer o teste, mandar um e-mail e ligar segundos depois para o destinatário e ele dirá “a mensagem chegou”. Uma velocidade incrível.

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Internet

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário