Internet

O planeta está em pleno desenvolvimento tecnológico, e isso só foi possível depois que a sociedade começou a ter necessidade de outras coisas que, em seu tempo, eram impensáveis. Por exemplo, em 1820, quem pensava que seria possível    o homem ir além do céu? Pois bem, apenas 140 anos separaram o hipotético do realizável: em 1961, os soviéticos colocaram Yuri Gagarin em órbita, o que provou que sim, os seres humanos, dado um bom aparato para se manter, pode sim sobreviver no espaço sideral. E, em 1969, veio a cartada final para selar de vez a interação humana-espaço: o envio do primeiro homem a pisar na superfície da Lua, onde Neil Armstrong foi o primeiro ser humano a pisar o solo de um astro diferente do nosso.

Depois dessa corrida espacial, que sagrou os EUA como campeão (mas, na verdade, a comunidade humana ganhou como um todo, pela grande gama de conhecimento aprendido e acumulado), muitas missões, desta vez não tripuladas, começaram a ser enviadas da Terra para outros planetas do Sistema Solar, sendo o destino preferido dos pesquisadores o planeta Marte, que é, segundo eles, o local com mais probabilidade de ter condições biológicas para o estabelecimento da vida como a conhecemos aqui. Além disso, os primeiros artefatos humanos que estão deixando o Sistema Solar (as sondas gêmeas Voyagers) são mais um exemplo de que para o homem, o céu ainda não é o limite.

E, uma das criações que virou uma necessidade quase que unânime foi a Internet. Ela, praticamente, é indispensável nos dias de hoje, sendo que passou a ser, inclusive, um dos direitos fundamentais do ser humano.

E isso só foi ser possível com o desenvolvimento desse mecanismo, que antes eram restritos a atividades governamentais. E, no nosso texto de hoje, você vai conhecer um pouco mais sobre a Internet, bem como algumas informações bastante interessantes sobre mais essa ferramenta de grande importância para nós, seres humanos. Vamos lá?

A Internet: O Começo De Tudo

Se hoje você está aqui lendo esse artigo, é graças à internet, que nada mais é do que uma rede mundial de informações, nas quais podemos fazer de tudo: desde comprar aquele lanche de sexta feira, como comprar roupas, carros, casas, enfim… praticamente tudo o que fazemos na vida real podemos passar para a vida virtual (inclusive encontros românticos e sexuais), o que vêm gerando certa polêmica, principalmente ao que se diz respeito às relações íntimas estabelecidas pelas pessoas online: muitos são os casos onde pessoas que enviam fotos íntimas a outros em sites de compartilhamento tiveram tais fotos vazadas, o que as comprometeram tanto socialmente como profissionalmente, tendo muitas pessoas, inclusive, optado pelo suicídio como forma de se livrar dessa “culpa”, que ela nem deveria carregar consigo.

Mas, por outro lado, a internet tem muito mais a oferecer coisas benéficas do que maléficas. Por exemplo, por meio dela, é possível realizar diversos tipos de pesquisas, que, nos anos 80, por exemplo, deveria ser feita manualmente, ou seja, em livros. A internet quebrou a barreira que impedia outras pessoas a terem um conhecimento mais aprofundado, estando disponibilizado a qualquer pessoa de qualquer classe social variados tipos de assuntos, desde acadêmicos, jornalísticos, de entretenimento, enfim. A internet é, então, o local onde o planeta pode se encontrar, literalmente.

Ela começou, inicialmente, com propósitos militares, principalmente nos EUA, durante os anos de 1960. Eles queriam criar uma rede de comunicação exclusiva, a fim de poder obter informações mais precisas e confidenciais sobre supostos inimigos em uma guerra, por exemplo. Foi nessa lida, também, que surgiu um serviço que, com o auxílio da internet, também é bastante utilizado: o GPS. Durante a década de 1970 e 1980, a internet foi sendo desenvolvida e modificada, a fim de se tornar mais ampla do que somente servir a propósitos bélicos E, com isso, em 1990, a internet começou a chegar aos usuários, primeiramente, nos EUA e demais países desenvolvidos. Nessa época, também, os computadores começavam a despontar para o sucesso: muitos queriam ter tais máquinas em suas casas, e o seu preço, geralmente, era bastante salgado. Hoje, tais máquinas estão bastante presentes em nossas casas, a preços convidativos. No entanto, a vida dos computadores está com os dias contatos, e isso se dá por conta da popularização dos computadores de bolso, ou, melhor, os smartphones, que podem realizar, praticamente, qualquer tarefa imputada ao computador.

No Brasil, a internet teve uma tímida aparição durante os anos 1990, sendo utilizada, principalmente, por empresas e pelo governo, além de pessoas que dispunham de dinheiro para pagar um provedor de internet (que, naquela época, era discada) e para comprar um computador para si. Foi somente a partir do ano de 2004 e 2005 que os brasileiros começaram a ter acesso, de fato, aos computadores e à internet, depois de ações governamentais realizadas durante o governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva. Nessa época, fora lançado um programa que destinava computadores a pessoas com baixa renda. Essa ação gerou o que as pessoas chamam hoje de “computador do Lula”.

E, hoje, a internet está caminhando para se tornar cada vez mais rápida e eficiente. Principalmente, no que se diz “cobertura de internet via satélite”, onde pessoas de praticamente qualquer lugar do planeta possa ter acesso à essa rede de comunicação, não importando sua raça, seu credo, sua situação financeira, enfim. O passo que se quer dar é transformar a internet grátis para todo o planeta, por meio de projetos como esse.

Outros passos que a internet deve dar nos próximos anos é, justamente, a interligação dela com a nossa vida de maneira completa. E isso se dá, por exemplo, com a criação de carros conectados, de móveis inteligentes e, também, a casa toda conectada à internet, com o propósito de tornar a nossa vida ainda mais cômoda e prática.

Muitos dizem que a internet nunca irá sumir, mas sim, irá se atualizar com o passar do tempo, tornando-se mais simplista e convidativa às pessoas, que buscam cada vez mais inovação tecnológica e comunicacional. Mas, por enquanto, a internet continua sendo o principal meio de comunicação.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Tecnologia

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário