Maiores Ídolos da Fórmula 1

A Fórmula 1 é a principal modalidade do automobilismo no mundo, considerada a categoria mais avançada desse esporte ela é regulada pela Fédération Internationale de l’Automobile (FIA) que tem sua sede em Paris, França. O começo das competições de Fórmula 1 se deu nas competições de Grandes Prêmios que foram disputadas na Europa no começo do século XX.

Houve uma pausa nas competições no período da Segunda Guerra Mundial de 1939 a 1945. Depois disso a competição seguiu sem ser interrompida observando a evolução da competição ao lado da tecnologia. Hoje temos carros ultravelozes competindo e muitas pessoas um domingo sim, outro não, param em frente a TV para assistir a um dos maiores eventos esportivos do mundo.

Um esporte com tantos fãs não poderia deixar de ter grandes ídolos, não é mesmo? A seguir vamos listar alguns dos maiores campeões que ainda são lembrados por todos.

Os Maiores Ídolos da Fórmula 1

Ayrton Senna (1988, 1990 e 1991)

O maior atleta brasileiro não poderia ficar de fora da lista, pois não foi só no Brasil que Ayrton Senna fez história e a alegria de muitos domingos. Vencedor de 03 títulos (1988, 1990 e 1991) o piloto nasceu em São Paulo no dia 21 de março de 1960. Ayrton morreu fazendo aquilo que mais amava, disputando uma corrida no dia 1° de maio de 1994 em Bolonha.

A carreira ainda teve dois vice-campeonatos, um bastante controverso em 1989 e em 1993. A brilhante trajetória de Senna foi interrompida bruscamente devido a um acidente durante o Grande Prêmio de San Marino de 1994, porém, até os dias de hoje é lembrado como um dos maiores esportistas brasileiros.

Uma das conquistas de Senna foi se tornar o mais jovem piloto de Fórmula 1 a conquistar três títulos, esse recorde persistiu até o final de 2012 quando a honra passou a ser de Sebastian Vettel. Senna ainda é lembrado como um piloto muito veloz pela grande quantidade de pole positions que conquistou.

O brasileiro ainda tem o maior número de vitórias no difícil Grande Prêmio de Mônaco, seis no total, e é um dos pilotos mais bem-sucedidos de todos os tempos no que diz respeito a vitórias.

Alain Prost (1985, 1986, 1989 e 1993)

O piloto Alain Marie Pascal Prost nasceu no dia 24 de fevereiro de 1955 e foi o principal rival de Ayrton Senna. O francês venceu nos anos de 1985, 1986, 1989 e 1993, durante a sua carreira na Fórmula 1 (de 1980 a 1993) ele venceu 51 Grandes Prêmios. A carreira começou com num carro francês, o da Renault, com o qual ganhou o Grande Prêmio da França em 1981.

Depois de divergências com a sua equipe foi para a McLaren na qual ganhou três títulos mundiais. Após uma passagem cheia de problemas pela Ferrari foi vice-campeão em 1990 e não participou da competição em 1992. No ano de 1993 retornou e foi campeão pela Williams na qual encerrou a sua carreira.

Um dos destaques da forma de competir de Prost é que ele buscava uma pilotagem mais segura o que era bastante diferente dos seus principais rivais como Ayrton Senna, Gilles Villeneuve e Nigel Mansell. Uma das marcas de Prost era economizar ao máximo os componentes do seu carro como motor, gasolina e motor para utilizá-los com mais desempenho somente quando fosse necessário, ou seja, nas ultrapassagens.

Uma curiosidade sobre Alain Prost é que fora das corridas de Fórmula1 ele é um entusiasta de ciclismo de estrada e até mesmo ajudou no design de bicicletas de uma marca francesa chamada Cyfac.

Emerson Fittipaldi (1972, 1974)

Nascido em São Paulo no dia 12 de dezembro de 1946, Emerson Fittipaldi, foi um dos principais nomes brasileiros na Fórmula 1 e tem dois títulos mundiais nos anos de 1972 e 1974. O piloto tem muitas vitórias em seu currículo e foi o primeiro brasileiro a ser campeão mundial na categoria da Fórmula 1. O seu bom desempenho abriu portas para outros brasileiros que vieram depois.

Michael Schumacher (1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004)

O piloto alemão Michael Schumacher nascido em 3 de janeiro de 1969 é o maior vencedor de mundiais de Fórmula 1 do mundo, ganhou sete títulos nos anos de 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004. De acordo com o site oficial da Fórmula 1 o alemão é o maior piloto de todos os tempos. Porém, é claro que ele teria mais competição se Senna não tivesse sofrido a fatalidade de 1994.

Schumacher tem o maior número de pole positions, vitórias, campeonatos, corridas vencidas e pontos marcados. No ano de 2002 ele conseguiu a façanha de ser o primeiro piloto da história da competição a terminar todas as corridas entre os três primeiros em todo o campeonato. No ano de 2010 depois de três afastado o alemão retornou para a F1 na Mercedes.

No dia 29 de dezembro de 2013 o piloto sofreu um grave acidente enquanto esquiava na estação de Meribel nos Alpes Franceses. Como ele bateu a cabeça numa pedra entrou em coma, o piloto sofreu um traumatismo craniano grave. Em 16 de junho de 2014 o piloto saiu do coma e segue se reabilitando.

Juan Manuel Fangio (1951, 1954, 1955, 1956 e 1957)

O argentino Juan Manuel Fangio nascido em 24 de junho de 1911 em Balcarce é um dos grandes nomes do início da competição de Fórmula 1. Fangio venceu 05 mundiais nos anos de 1951, 1954, 1955, 1956 e 1957. Na sua carreira disputou 51 grandes prêmios e venceu 24 vezes. Teve 29 pole position e ainda dois vice-campeonatos nos anos de 1950 e 1953. O piloto faleceu em 17 de julho de 1955 em Buenos Aires, Argentina e foi um dos primeiros grandes ídolos da Fórmula 1.

Nelson Piquet (1981, 1983 e 1987)

O piloto Nelson Piquet Souto Maior nascido no Rio de Janeiro no dia 17 de agosto de 1952 venceu três mundiais nos anos de 1981, 1983 e 1987. Com inúmeras vitórias em sua carreira na Fórmula 1 Piquet decidiu deixar o esporte e fundou a empresa Autotrac obtendo muito sucesso no meio empresarial.

Niki Lauda (1975, 1977 e 1984)

O austríaco Andreas Nikolaus Lauda nascido em Viena no dia 22 de fevereiro de 1949 é mais conhecido como Niki Lauda. O piloto venceu três mundiais de Fórmula 1 nos anos de 1975, 1977 e 1984. A sua carreira se estendeu de 1971 a 1979 participando de 177 Grandes Prêmios dos quais venceu 25 e obteve 24 pole positions. Lauda competiu pelas equipes March, BRM, Ferrari, Brabham e McLaren.

Jack Brabham (1959, 1960 e 1966)

O piloto Sir John Arthur Brabham mais conhecido como Jack Brabham nasceu em Hurstville, Austrália, no dia 2 de abril de 1926 e se tornou um dos grandes nomes da Fórmula 1 tendo vencido três mundiais nos anos de 1959, 1960 e 1966.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Individual

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário