Vasco da Gama

Vasco da Gama ou Club de Regatas Vasco da Gama foi fundado no Rio de Janeiro em 1898 por quatro remadores que escolheram o nome em homenagem ao notório navegador de Portugal Vasco da Gama. Diferentemente do que pensam a  maioria das pessoas o Vasco da Gama não é somente um grande time de futebol, é antes um clube poli-esportivo, que tem uma forte equipe de futebol ao mesmo tempo que tem equipes de diferentes esportes,como basquete, futebol feminino,  equipe de atletismo, futebol de salão, natação, vôlei, vôlei de praia, tênis de mesa, body boarding, vale tudo, tênis e uma equipe de remo.

Vasco da Gama

Vasco da Gama

Foi somente no ano de 1915 que o Vasco da Gama formou seu primeiro time de futebol, incorporando o Lusitânia Futebol Club, e em 1923 vence a 2ª divisão do campeonato carioca, e além de enfrentar os outros times no campo também enfrenta o preconceito, pois o Vasco da Gama tinha em seu time operários e negros que não eram aceitos pela maioria dos esportistas em uma época em que o racismo ainda era muito forte. O Vasco da Gama não aceitou tirar os atletas e na época foi criado um campeonato paralelo, somente no ano seguinte depois de muita polemica o time é aceito de volta no campeonato carioca de futebol.

Camisa Oficial Vasco

Camisa Oficial Vasco

O Vasco da Gama que tem a cruz de malta como símbolo oficial, sempre foi um clube a frente do seu tempo e em 1927 inaugura o Estádio São Jerônimo o maior estádio do Brasil da sua época e logo depois instala um sistema de iluminação que permite que jogos sejam realizados a noite, uma outra grande novidade dos avanços tecnologicos para a época, viajou para a Europa participando de campeonatos, e passou a ser reconhecido como um dos maiores times de futebol do Brasil e também do mundo. Na década de 40 o time ganhou muitos títulos, a notícia desse feito lhe garantiu a denominação de Expresso da vitória em 44, chegando a vencer dois campeonatos cariocas de forma invicta sendo convidado para participar do Campeonato Sul-Americano de Campeões vencendo também este importante campeonato de forma invicta.

Futebol Brasileiro

Futebol Brasileiro

Além desses tres titulos o Vasco da Gama ainda venceu mais um campeonato carioca invicto, vencendo na final o Flamengo num dos jogos mais emocionantes da história do futebol brasileiro. Desde sua fundação até os dias atuais o Vasco da Gama logrou vencer centenas de campeonatos estaduais e nacionais, amealhando diversos títulos, além disso o Vasco é responsável pela revelação de diversos craques do futebol brasileiro, que se tornaram celebridades. Na comemoração do centenário do Vasco da Gama o clube se uniu a escola de Samba Unidos da Tijuca iniciando assim sua participação também no carnaval carioca. A torcida do Vasco  figura entre as cinco maiores torcidas do Brasil, estima-se que são mais de 15 milhões de vascaínos no Brasil.

História

O Clube de Regatas Vasco da Gama, foi fundado em 21 de agosto de l898, no Rio de Janeiro, por quatro jovens remadores que se diziam cansados de ir a Niterói para praticar o seu esporte preferido, o remo. Após vários sucessos nos Esportes aquáticos, em 1915, o Vasco da Gama, funde-se com o Lusitânia F,C. e em 1923, forma o seu primeiro time de futebol e logo em seu ano de estréia vence a divisão de acesso do campeonato carioca. Em 1924, o Vasco disputou um campeonato paralelo por ter sido excluído da liga carioca que exigia o afastamento de doze dos seus atletas, considerados de profissão duvidosa, justamente seus atletas negros e operários, numa prática aberta do Racismo vivenciado na época. O Presidente do Vasco, José Augusto Prestes, em carta enviada a AMEA, entidade mantenedora e organizadora do futebol carioca, defendeu seus atletas e conseguiu reverter a situação constrangedora para o Vasco, voltando a disputar os jogos oficiais. Já, em 1927, inaugura o maior estádio do futebol brasileiro, o São Januário, orgulho dos vascaínos, sendo o primeiro estádio a promover jogos noturnos.

Futebol
Futebol

O Vasco da Gama e suas conquistas

Em 1940, o Vasco conquistou seu primeiro grande título, a Taça Luiz Aranha, até que em 44 formou um grande time que conquistou dois títulos cariocas invicto, o de 45 e o de 47, que em conseqüência, foi convidado para disputar a Sul Americana, que também conquistou de forma invicta enfrentando clubes como o River Flate. Em 49 voltaria a conquistar mais um título carioca de forma invicta, vencendo o Flamengo, de virada, por 5 a 2, em um dos seus Momentos Incríveis de sua promissora carreira futebolística.

Oficial
Oficial

Na Copa do Mundo de 50 o Vasco tinha cinco titulares na seleção, mas perdeu para o Uruguai e seu goleiro, Barbosa, foi responsabilizado pela derrota do Brasil, já no ano da Copa e em 52, conquistou os dois campeonatos estaduais, encerrando sua maior fase de vitórias. Voltou a vencer em 66, conquistando o torneio Rio-São Paulo. Na década de 70, com Roberto Dinamite, hoje Presidente do Clube, voltou a conquistara vários títulos regionais e em 80 mais um campeonato brasileiro.

Vasco da Gama
Clube Vasco da Gama

Revelações

Pelo Vasco da Gama passaram grandes jogadores, tais como Leônidas da Silva, Domingos da Guia, Fausto, Sabará, Roberto Dinamite, Bebeto, Edmundo e tantos outros famosos que deixaram sua Marca Pessoal no clube. No ano do seu centenário, conquistou a Taça Libertadores da América e na década de 90, três campeonatos estaduais. No ano de 2000, o tetra campeonato brasileiro e a taça Mercosul, em 2003. Depois da festa, veio a decepção, a queda do Vasco para a Serie B, mas para a felicidade de sua imensa torcida já reconquistou o seu lugar na Serie A, de onde nunca deveria ter saído. Falar do Vasco, sem falar em Eurico Miranda não é possível, pois foi um dos dirigentes do futebol brasileiro, dos mais polêmicos, sempre contestado, mas se manteve no poder por longos anos, até que o então Presidente Roberto Dinamite, o dinamitou em uma tumultuada eleição cheia de lances perigosos, como só acontece no futebol.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Futebol

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário