Polêmicas da Copa do Mundo

A Copa do Mundo 2014 no Brasil começou a gerar polêmicas bem antes de começar. Rumores do “não vai ter Copa” se alastraram pela internet e paralelo a todo blá, blá, blá, as cidades sedes viram palco de manifestações. De grandes a pequenas manifestações e algumas que transformaram as ruas em verdadeiras praças de guerra, o “não vai ter Copa” ganhou muitos adeptos.

O que o grupo que era contra o evento no país alegava é que o dinheiro gasto pelos governos para realizar a Copa deveriam ser empregados na educação, saúde, transporte público, entre outras revindicações. Do outro lado, a turma do “vai ter Copa sim” contestava lembrando de todos os benefícios que um evento desse porte oferece para um país. E foi nesse cabo de guerra lá e cá que os ânimos foram se acalmando logo nos primeiros jogos da Copa no Brasil.

Copa do Mundo Brasil 2014

Copa do Mundo Brasil 2014

Apesar de obras inacabadas que deveriam ter ficados prontas para a Copa, as piores previsões, as pessimistas não se concretizaram. Os estádios receberam os torcedores sem problemas, os aeroportos também não registraram nenhum problema relacionado a infraestrutura e até mesmo a segurança foi garantida. Claro, que um episódio aqui ou ali, como a invasão dos chilenos a sala de imprensa do Maracanã, foi registrado. Mas, verdade seja dita nada que tenha tido o brilho do evento no Brasil.

Com a população brasileira aquecida com as grandes partidas da Copa, a polêmica deixou as ruas e começou a ser vista em campo.  A arbitragem mesmo com uma grande ajuda de tecnologia avançada não poupou episódios que ficarão para sempre na história dessa Copa do Mundo.

As Polêmicas da Copa do Mundo Dentro do Gramado

Todo mundo sabe que quando o que está em jogo é uma partida de futebol o que não faltam são técnicos e árbitros fora do jogo. Até mesmo quem nunca chutou uma bola pensa que sabe tudo e começa a questionar. E no caso da Copa do Mundo de 2014, alguns erros ficaram tão evidentes que as polêmicas se triplicaram.

A primeira polêmica provocada pela arbitragem na Copa do Mundo 2014 foi no primeiro jogo e com o anfitrião do evento. Brasil e Croácia abriam o espetáculo em São Paulo. E quando o jogador brasileiro Fred caiu dentro da área, para o juiz do Japão, Nishimura, era claro um pênalti que teria sido provocado pelo croata Lovren. O juiz afirmou que Fred foi puxado pelo croata. A decisão deixou o técnico da Croácia muito alterado que não poupou os comentários sobre a partida. Chegou a dizer que sentia que o Brasil seria beneficiado pela arbitragem porque era o dono da casa. O jogo terminou em 3 para o Brasil e 1 para Croácia.

Aliás, vale lembrar que o gol da Croácia, o primeiro da Copa do Mundo de 2014 foi marcado pelo brasileiro Marcelo.

Erros de Arbitragem na Copa do Mundo do Brasil

Enquanto todo mundo achava que foi só um caso. Os mais pessimistas diziam que a Copa estava comprada e por isso, o Brasil recebeu uma força do árbitro. Mais um erro de arbitragem e logo no segundo jogo entre Colômbia e México.

O árbitro “conseguiu” anular dois gols legítimos do México, ambos do jogador Giovani dos Santos. O primeiro no primeiro tempo aos 12 minutos. O jogador marcou e o árbitro disse que ele estava impedido e o segundo, ainda no primeiro tempo, aos 30 minutos. Outro gol e outro impedimento. Mesmo assim, o erro da arbitragem não interferiu no resultado do jogo. O México ganhou de 1 a 0 sobre a Colômbia.

Na segunda rodada da Copa de 2014, mais polêmica em campo e dessa vez o erro do árbitro deixou a Bósnia fora da segunda fase.

A Nigéria estava na frente com 1 a 0, mas a Bósnia empatou o jogo aos 21 minutos, ainda no primeiro tempo. Porém, a arbitragem viu impedimento. Mais 8 minutos de gol foi a vez da Nigéria marcar mais um e acabar com as chances de classificação da Bósnia.

A Grande Polêmica da Copa: A Mordida de Suárez

Sabe daquelas cenas que nunca mais saem da memória de quem foi testemunha? Uma coisa tipo Zidane dando uma cabeçada no jogador da Itália.  Pode ser que Suárez do Uruguai tenha superado o francês no quesito “péssimo comportamento em campo”.

O atacante do Uruguai deu uma mordida no ombro do jogador da Itália Chiellini. Em plena área e sem bola em jogo. E o pior, o juiz não fez absolutamente nada. Num jogo decisivo, que classificou o time sul-americano.

Porém, a atitude antiesportiva do uruguaio não saiu nem um pouco barata. A grande polêmica que o episódio gerou fora de campo fez com que a Fifa tomasse uma decisão. O jogador foi punido com a suspensão de nove partidas e por isso, teve que voltar para casa antes do seu grupo.

Mais Polêmicas Durante as Oitavas de Final

Depois da mordida do jogador uruguaio no jogador italiano não se esperava mais nenhum acontecimento estranho e polêmico. Sim, como aquele foi o único, mas as polêmicas por conta da má arbitragem continuaram dentro de campo.

Jogando pela classificação, México contra Holanda, o time europeu conseguiu virar o jogo nos acréscimos finais. O problema é que o lance foi muito polêmico. Um pênalti marcado em favor de Robben, que teria sofrido por causa de Rafa Márquez. E foi assim que foi a Holanda para semifinal e o México voltou para casa mais cedo.

Para fechar as polêmicas da Copa do Mundo no Brasil, o time brasileiro. Parece que foi para compensar, brincam alguns torcedores. Se na primeira partida o pênalti foi a favor, dessa vez o árbitro não viu o gol de Hulk. Ele foi anulado porque segundo a arbitragem o jogador usou a mão para ajeitar a bola.

Era um jogo difícil em que o Brasil estava empatado com um Chile que parecia ter forças para jogar ainda mais 90 minutos. Mas, o inglês Howard Webb não quis saber e anulou o gol que Hulk já estava comemorando.

Depois do jogo Hulk voltou a dizer que ajeitou a bola com o ombro e o juiz viu mal. E que venha a próxima Copa e de preferência com menos polêmicas que podem prejudicar os participantes da competição.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Futebol

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário