Síndrome de Johnson

A Síndrome de Stevens-Johnson – SSJ,  ou simplesmente Síndrome de Johnson como é conhecida é uma doença que afeta as mulheres e os homens e que em alguns casos pode ser fatal, que apresenta lesões como a herpes nas mucosas oral, ocular, anal e genital. É uma das variedades do eritema bolhoso multiforme, que pode ser provocado por medicamentos, infecções bacterianas ou virais. A Síndrome de Johnson é uma das muitas formas de erupções que podem acontecer pelo uso de medicamentos, como uma forma de reação alérgica, outras são a urticária, o eritema multiforme, o eritema nodoso e a necrólise epidérmica tóxica.

Sintomas

A gravidade que as erupções medicamentosas podem apresentar variam de uma hiperemia sobre uma pequena área podendo chegar a um processo de necrose do local afetado e um transtorno sistêmico considerado grave e até fatal. O aparecimento das erupções podem acontecer subitamente logo após a ingestão do medicamento ou pode acontecer horas e te mesmo dias depois. Em alguns casos raros a erupção pode acontecer alguns anos depois, como o caso do arsênico que pode causar alteração da cor, descamação e até mesmo degeneração cancerosa na pele depois de anos da ingestão da substância.

Causas da síndrome

As causas da síndrome de Johnson são na maioria das vezes desconhecidas, sendo muito difícil na maioria dos casos identificarem o que deu origem ao processo que pode ser causado por medicamentos, infecções bacterianas, infecções virais e outras causas desconhecidas. As drogas começa a fazer efeito e são suspeitas de desencadearem  mais frequentemente a síndrome são os antibióticos que contém sulfa, a penicilina, os anticonvulsivantes, o alopurinol ou os antiinflamatórios não esteróides, os barbitúricos e os analgésicos. Algumas vezes a Síndrome de Johnson acontece associada a outra doença grave, tornando o diagnóstico bastante difícil.

Diagnóstico

São muitas as causas que podem ocasionar as erupções e não existem ainda exames laboratoriais que possam definir com precisão qual a origem da erupção e se é de algum medicamento em especial. Descobrir qual a substância causou o problema pode ser quase impossível pois basta uma dose ínfima para desencadear o processo, que pode ocorrer imediatamente após a ingestão da droga ou mesmo muitos meses após o seu uso. Qualquer medicamento usado pode ser a origem, inclusive aqueles vendidos livremente pelas farmácias como gotas nasais, colírios e supositórios, mais sempre tome cuidado com os remédios falsos.

Tratamento e riscos

Normalmente as reações e erupções medicamentosas desaparecem com a interrupção do uso da substância responsável. No entanto dependendo da gravidade das lesões deve ser determinado qual o tratamento. A síndrome de Johnson pode apresentar alteração do sistema nervoso central, coração, rins e do sistema gastrintestinal, principalmente em pacientes idosos e no caso de ocorrerem infecções secundárias. Pode ocorrer uma evolução para uma Necrólise Epidérmica Tóxica, uma doença grave que pode levar o paciente a morte.


Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário