Síndrome de Fournier

Síndrome de Mellené, Fasceíte Necrotizante são outros denominações dadas a Síndrome de Fournier, que se caracteriza por ser um tipo de infecção aguda que ocorre no períneo e mis especificamente nos tecidos moles deste. É um tipo de infecção que pode se desenvolver na pele com aparência normal e vai dissecando com necrose, todos os tecidos. Esta é uma infecção que se apresentar com celulite necrotizante, que é secundária a bacilos gram-negativos, a germes anaeróbicos ou mesmo com celulite necrotizante secundária a ambos.

Ocorrência

Normalmente a porta de entrada da Síndrome de Fournier pode ser identificada com facilidade e de um modo geral acontece em pacientes que se encontram muito debilitados. A infecção pode decorrer por diferentes razões como: quando as escaras de decúbito estiverem infectadas, em decorrência da extensão dos abscessos perirretais e devido à instrumentação retal ou urológica. É preciso que se Fique Alerta, pois a maioria dos casos de ocorrência da síndrome tem seu foco nos procedimentos ou então nas patologias urológicas ou anorretais. Na verdade essa condição se encontra associada aos casos de diverticulite, vasectomia, biopsia da mucosa do reto e exame anorretal. É importante que atrasos no diagnóstico sejam evitados e isso pode acontecer com exames feitos com freqüência no períneo sempre que pacientes apresentam sepse concomitante e dor perineal.

Síndrome de Fournier

Síndrome de Fournier

Tratamento

O tratamento deve ter inicio o mais rapidamente possível, pois Não Esqueça que por se tratar de infecção não se pode perder tempo, agravando os riscos em caso de atraso no diagnostico e, portanto no inicio do tratamento adequado que neste caso é feito com antibióticos de largo espectro que cobrem os gram-positivos e anaeróbicos. Mas como não existem Receitas Mágicas, neste caso a cirurgia se torna indispensável. Na evolução da doença tratar a causa também é imprescindível. Os triglicerídeos como o óleo de girassol e a oxigenoterapia hiperbárica fazem parte da terapia para os casos de Síndrome de Fournier.

Do prognóstico

Mesmo com o tratamento adequado a Síndrome de Fournier mostra um alto índice de mortalidade que fica entre 25% a 52% sendo que pacientes com menos de 60 anos de idade ficam com os índices mais baixos o que significa que quanto mais jovens forem maiores são as chances, mas isso se a gangrena estiver localizada no períneo, apresentando hemoculturas negativas e sem mais complicações sépticas. A realização de colostomia para defecação é ainda discutível. É um quadro Embaraçoso e para vencer a doença é preciso ser um Homem de Ferro, pois este é um quadro bastante complicado onde para o prognostico é de vital importância o tempo entre o inicio da infecção e o começo do tratamento. Quando o inicio do tratamento se dá em até quatro dias as chances são melhores enquanto com mais de sete dias para iniciar o tratamento, o índice de mortalidade é muito alto.

2 comentários

  1. eu adoreios comentáriospois essa síndrome é rara e está sendo de gramde valia pois no hospital onde trabalho como técnica de enfermagem temos paciente com essa síndrome

  2. acaba de ter alta um paciente que saiu ileso da síndrome.caso raro!
    sao sebastiao do paraiso.mg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>