Rubéola IgM e IgG

As mulheres grávidas sempre devem se preocupar mais com a saúde do que fora desta fase e isto porque tem certas doenças que podem causar sérios males ao feto. Muitas vezes a Alegria de Ser Mãe se torna um grande tormento devido a uma doença adquirida pela gestante e que se sabe pode causar sequelas graves no bebê.

Olhar para o resultado de um  exame de laboratório em que apareça resultado positivo para qualquer dos casos de rubéola IgM e IgG tira qualquer mulher de seu estado normal, isto quando elas sabem as consequências que a infecção por rubéola podem causar durante a gestação. As grávidas devem redobrar cuidados para evitar de pegar essa doença especialmente nos três primeiros meses da gestação pois ela pode atingir o feto e provocar desde malformação congênita, problemas cardíacos ou oculares. Muitos são os casos em que o aborto vem como consequência de uma mulher que teve rubéola.

Anticorpos

Anticorpos

O que é rubéola IgM e IgG ?

As doenças infecciosas têm a capacidade de desenvolver dois tipos de anticorpos no sangue, IgG e IgM. Quando se desenvolve a doença, ao curá-la as imunoglobulinas IgM somem quando a doença termina seu ciclo, porém as IgG permanecem lá e são elas que nos conferem imunidade contra essa doença, por isso é bom buscar informações claras com o médico antes de fazer suposições, da mesma forma que todas as mulheres antes de ficarem grávidas deveriam tomar a vacina.

A Área Saúde trabalha muito em cima destes casos, porém isso não evita que eles continuem a acontecer. Quando temos IgM negativo e IgG positivo é porque não temos a doença mas sim os anticorpos capazes e nos defender desta. Quando temos o resultado sorológico como positivo para IgM estaremos diante de um quadro de rubéola em estagio agudo.

Citomegalovirus

Citomegalovirus

Sintomas e Cuidados

Os principais sintomas da doença são: febre, a princípio leve, manchas avermelhadas se espalham por todo o corpo e os gânglios começam a inchar, em especial os que se localizam atrás das orelhas, sintomas estes que são próprios de rubéola, mas que também são comuns a várias outras doenças. Portanto, se estivermos numa epidemia de rubéola é fácil diagnosticar, mas exames sorológicos devem ser feitos quando estes sintomas se apresentarem, pois não esqueça que  são eles que irão confirmar a presença ou não de rubéola. Os anticorpos IgM tem aparecimento precoce em casos desta doença infecciosa, já os IgG só aparecem mais tarde.

Rubéola IgM e IgG

Rubéola IgM e IgG

Catapora, rubéola e sarampo são doenças que provocam a formação dos anticorpos IgG que são permanentes no organismo. Não devemos nos descuidar pois não existem Receitas Mágicas que possam evitar as sequelas de um caso de rubéola durante uma gravidez. É preciso que você que é mãe ou pretende ser e ainda não desenvolveu a doença, Fique Alerta pois a Vacinação contra a rubéola tem uma eficiência de quase 100% e nas crianças deve ser administrada aos 15 meses de vida.


Categoria(s) do artigo:
Doenças

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário