Como Tratar a Amigdalite

A Amigdalite nada mais é do que a infecção das amígdalas que por sua vez são os gânglios linfáticos situados na lateral da garganta e atrás da boca. A função desses gânglios é preservar a região em que se encontram impedindo que bactérias e germes entrem. No entanto, em algumas situações as amígdalas podem ser afetadas pela ação de bactérias e vírus que prejudicam o bom andamento do seu trabalho.

Diagnóstico da Amigdalite

Diagnóstico da Amigdalite

Sintomas da Amigdalite

Os sintomas mais comuns da Amigdalite são dor de garganta persistente, dificuldade para engolir, amígdalas inchadas e com forte coloração vermelha, nódulos linfáticos na garganta, dores de cabeça, mau hálito e febre. Ao apresentar um ou mais sintomas é importante procurar um médico especialmente se a condição incômoda durar mais de 24 horas sendo acompanhada por fadiga.

Os Três Tipos Da Amigdalite

Existem três tipos desse mal: a crônica, a aguda e subaguda, sendo a aguda o tipo mais comum (cerca de 75% dos casos). Os sintomas são bem variados, desde dores de cabeça, dores pelo corpo, na garganta e na nuca, até dificuldade para respirar.

Quais São as Causas da Amigdalite?

Grande parte dos casos de Amigdalite é causada por vírus, contudo, existem quadros bacterianos. Nos casos ligados a bactérias a mais comum é a Streptococcus pyogenes conhecida popularmente como estreptococo do grupo A que também é a causadora de outras enfermidades como a Faringite.

A doença ainda possui alguns fatores apontados como de risco dentre os quais estão idade (a condição é mais comum em crianças e pré-adolescentes) e a exposição aos vírus e bactérias causadores da enfermidade que podem estar presentes no dia a dia de escolas e creches.

Como é Feito o Diagnóstico da Amigdalite?

Para realizar o diagnóstico da Amigdalite o médico realizará um exame físico com o objetivo de verificar as condições das amígdalas, se estão avermelhadas e inchadas. Além disso, o médico ainda confere o hálito do paciente assim como a presença de nódulos no pescoço. O especialista pode solicitar também um exame rápido para verificar a presença de Estreptococo no organismo do paciente e cultura de secreção da garganta.

Como Tratar a Amigdalite?

O tratamento dessa enfermidade é feito com a administração de medicamentos que tem como objetivo reduzir a inflamação das amígdalas assim como aliviar a sensação de dor. Alguns medicamentos se destacam como os mais receitados pelos médicos nos casos de Amigdalite viral como Cataflan, Bi Profenid, Amoxicilina + Clavulanato de potássio, Clavulin, Hincomox, Parecetamol entre outros. Se a causa da doença é a presença de bactérias os medicamentos mais prescritos são Cefalexina, Amoxicilina e Eritromicina.

Na Amigdalite bacteriana os medicamentos combatem as bactérias, já no caso da viral eles têm como função ajudar o organismo a se livrar do mesmo. Além dos medicamentos o paciente deve manter repouso e beber pelo menos dois litros de água por dia. Lembrando que todos esses medicamentos necessitam de receita médica. Outro ponto essencial é que não se deve deixar de tomar os medicamentos só porque o desconforto passou, pois pode ser que a infecção não esteja curada. Tome os medicamentos pelo tempo determinado pelo médico.

Cirurgia para Retirada das Amígdalas

Para algumas pessoas o tratamento medicamentoso não apresenta os resultados esperados assim como alguns indivíduos se tornam reincidentes em Amigdalite desenvolvendo o quadro crônico. Nesses casos o médico pode indicar a cirurgia para remoção das amígdalas (Amigdalectomia) para que o problema de saúde possa ser resolvido de uma vez por todas. Esse tipo de cirurgia costuma apresentar recuperação rápida e nenhum problema para o paciente.

Complicações da Amigdalite

O tratamento correto realizado junto a um médico é fundamental, pois com isso se evita as possíveis complicações da Amigdalite que incluem dificuldade para respirar (as vias respiratórias ficam obstruídas pelo inchaço das amígdalas), insuficiência renal, desenvolvimento de Faringite bacteriana, febre reumática e desidratação.

Como Prevenir a Amigdalite?

As principais medidas que podem ser tomadas para prevenir quadros de Amigdalite são lavar bem as mãos antes das refeições e sempre que chegar da rua, pois elas são a porta de entrada de germes e bactérias em nosso organismo. Também é importante evitar compartilhar itens de uso pessoal como escovas de dente e talheres com pessoas que estão infectadas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Saúde

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário