As Mais Poderosas Marinhas do Mundo

A marinha mais poderosa do mundo é a dos Estados Unidos, e depois dela a marinha russa, britânica, francesa e chinesa, embora seja difícil comparar o poder bélico de países diferentes, pois cada tipo de embarcação possui uma função diferente em cada marinha, e essa diferença é um ponto fundamental na estratégia.

Poderosa

Um submarino, por exemplo, possui cerca de 90 ou 100 metros e pode ser tripulado por 50 a até 100 pessoas em média. Os submarinos podem ser movidos por um reator atômico ou com impulsão tradicional com motores movidos a diesel e baterias elétricas.

A fragata pode chegar a até 130 metros e abriga cerca de 250 pessoas. Motores movidos a gás ou a vapor impulsionam a fragata. Sua função é carregar helicópteros que são usados na caça aos submarinos, além de levar mísseis teleguiados para atingir alvos terrestres.

O cruzador tem 180 metros e possui bastante velocidade e alcance. Suas armas são mísseis e canhões antiaéreos e antinavio, e dez canhões de tiro rápido. Os modelos convencionais são movidos a vapor ou a gás, mas modelos mais atuais usam energia nuclear. Possui capacidade para cerca de 360 pessoas.

O contratorpedeiro abriga 150 pessoas em seus 220 metros de comprimento. Ele é mais conhecido pelo nome de destróier, e é bastante rápido e bem fácil de manobrar. Sua função é eliminar minas subaquáticas e combater os navios. Usa turbinas movidas a gás e tem canhões de tiro rápido, além de mísseis antiaéreos e torpedos.

Porta-Aviões

A maior embarcação é o porta-aviões, que possui aproximadamente 320 metros e abriga 1900 pessoas. Pode ser movido por turbinas a vapor ou energia nuclear, e suas armas incluem canhões antiaéreos para atacar aviões do exercito inimigo e mísseis de longo alcance que podem possuir até ogivas nucleares. Carrega cerca de 80 aviões de caça e de bombardeio.

Capacidade das Maiores Marinhas do Mundo

Os Estados Unidos possuem 68 submarinos no total, sendo que 14 deles são nucleares. Além disso, tem 30 fragatas, 27 cruzadores, 12 porta-aviões e 48 destróieres.

Combate

A segunda maior marinha é a da Rússia que contém 60 submarinos, 43 fragatas, 5 cruzadores, 16 contratorpedeiros e apenas 1 porta-aviões.

A Grã-Bretanha garante a segurança naval com 17 submarinos, 20 fragatas, 14 destróieres e 3 porta-aviões. A Armada britânica não possui cruzadores.

Os franceses dispõem de 10 submarinos, 20 fragatas, 1 porta-aviões e 12 destróieres, e também não possui cruzadores.

Os chineses estão na lanterninha dos top 5, com 49 submarinos, 43 fragatas e 22 destróieres. Embora possua muitas embarcações, a ausência de porta-aviões e cruzadores o deixa em posição desfavorável em relação à França.

Já o Brasil possui 5 submarinos (nenhum nuclear), 9 fragatas, 1 destróier e um porta-aviões, e também não tem cruzadores.

Neto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>