Centro Histórico de São Paulo

O Brasil foi fundado há mais de 500 anos pelos primeiros portugueses que chegaram por aqui. Nesse tempo, várias cidades foram estabelecidas visando as riquezas naturais, sobretudo os metais de valor e as pedras preciosas.

Vários desses municípios fundados é hoje referência para o país, seja na sua influência econômica como também cultural. Essas cidades são Olinda, Recife, Rio de Janeiro. São Paulo, Diamantina, Ouro Preto, enfim.

São Paulo pode ser considerada a cidade mais importante do Brasil vide a sua importância econômica e cultural, referência no país inteiro. Muitos associam a cidade com a imagem de progresso e riqueza, porém, nem sempre sendo essa a imagem da cidade.

E um dos pontos mais importantes da capital do estado de mesmo nome é o seu centro histórico. Lá estão reunidas as construções que mais identificam a cidade de São Paulo. E é exatamente isso que você verá no nosso artigo de hoje.  Hoje, iremos mostrar a você o que faz parte do Centro Histórico de São Paulo, que compreende desde igrejas a até edifícios. Vamos lá?

O Centro Histórico

Muitos devem pensar que o Centro Histórico de São Paulo é um edifício, reunindo os principais acontecimentos que nos ocorreram mais de 400 anos de fundação da cidade. Mas não é. O Centro Histórico corresponde a locais que marcaram a cidade. E aí estão contidos restaurantes, bares, edifícios, prédios, igrejas, bem como locais que prestam serviços para o governo, como a Prefeitura da cidade, bem como escritórios do governo do estado.

A parte central da cidade, que é considerado o “coração” de São Paulo, é incluída no Centro Histórico, bem como o distrito da Sé, os viadutos do Chá e da Santa Ifigênia, a Praça da República, entre muitos outros.

São Paulo é considerado como um dos redutos turísticos mais frequentados do país, não pelo seu alto desenvolvimento na área tecnológica e econômica, mas é justamente por causa das construções e outros elementos históricos que compõem a paisagem da “selva de pedra”. A seguir, vamos conhecer algumas dessas construções.

*Teatro Municipal de São Paulo

Foi fundado no ano de 1911, com a missão de suprir um desejo dos antigos “barões” que ansiavam por um local disponível para a realização de grandes espetáculos que tivessem qualidade igual ou superior aos espetáculos encontrados na Europa. O Teatro Municipal está localizado na Praça Ramos de Azevedo, e frequentemente sedia vários tipos de teatros e outros espetáculos.

*Catedral Metropolitana de São Paulo

A Catedral Metropolitana de São Paulo teve seu início há 100 anos, em 1913, embora sua história tenha se iniciado muitos e muitos séculos antes, em 1589. Nessa época, havia uma igreja construída na vila São Paulo de Piratininga, sendo depois substituída por outra, que foi construída no estilo barroco, em alta nos anos 1700. E essa última permaneceu sendo a catedral da cidade até que a sua demolição ocorreu no início da década de 1910.

Embora tenha começado nessa época, a conclusão da construção da catedral só se deu em 1954, com alguns detalhes ainda inacabados. Passando por um processo de deterioração, a catedral passou por uma ampla reforma, durante os anos 2000 e 2002. Sendo feita no estilo neogótico, é considerada a maior construção seguindo esse estilo no planeta. Está localizada na Praça da Sé, uma das mais importantes e movimentadas de São Paulo.

*Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento é outro elemento que também faz parte do Centro Histórico de São Paulo. Tem uma história tão antiga, que pode ser confundida com a história da própria cidade. É bastante conhecido por conta de sua estrutura, tanto externa quanto interna, os cantos de origem gregoriana e é claro, os pães de origem artesanal que são preparadas pelos monges que habitam o Mosteiro.

Já foi a residência do Papa Bento XVI quando da sua vista ao Brasil, no mês de Maio do ano de 2007.

*Edifício Martinelli

O Edifício Martinelli, que foi construído a mando de Giuseppe Martinelli, um conde, é um grande e charmoso edifício que está localizado na Praça Antônio Prado. Além, é claro, de sua peculiaridade no design, o que chama bastante a atenção é um grande terraço onde estava instalado uma mansão que servia de abrigo a Giuseppe e toda a sua família, além de acervos que contam uma boa parte da história do edifício, que começa desde os tempos áureos da frequentação da aristocracia paulista até os momentos de decadência onde quase foi levado ao chão, ou seja, demolido.

O Edifício Martinelli, como já dito acima, já passou por fases não tão agradáveis assim. Antes sendo considerado o maior arranha céu do Brasil e também da América Latina, o local, a partir dos anos 50, passou por uma deterioração muito intensa. Famílias que tinham a renda baixa passaram a ocupar o edifício, o lixo produzido por eles se acumulando nos poços de elevadores e crimes sendo cometidos no lugar aos montes. Só em 1975 é que o prédio passou por uma revitalização completa.

E, quem visita o complexo, pode encontrar no 26º andar um grande e belo observatório onde pode ser ver um belo panorama da cidade.

*Edifício Copan

O edifício Copan pode ser considerado como um dos cartões postais de São Paulo. Isso porque o prédio, de autoria do renomado arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer falecido em dezembro de 2012, foi um verdadeiro marco na história da arquitetura, já que, o seu formato, ondulado, era novidade e, até hoje, atrai estudantes de arquitetura de todas as partes do mundo, justamente por conta do seu design bastante peculiar.

A inspiração para a criação do Edifício Copan veio diretamente dos Estados Unidos, mais precisamente, Nova Iorque. O Rockfeller Center, localizado na Ilha de Manhattan, é um grande prédio que abrange desde estabelecimentos comerciais a até residências.

*Museu Padre Anchieta

O Museu Padre Anchieta está incrustado num prédio com o intuito de mostrar aos visitantes um pouco mais da história da fundação da cidade, que compreende os primeiros momentos da fundação e as mudanças mais radicais até os tempos atuais.

Por Francisco Prado

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Brasil

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário