Canais de TV Aberto

A televisão ou TV como é comumente chamada, é um sistema eletrônico que capta imagem e som simultaneamente em forma de ondas eletromagnéticas através de seus elementos internos e os transforma novamente em som e imagem, que pode ser assistidas em todos os locais. Quando o sinal que transmite essa ondas está disponível a qualquer aparelho que receba o sinal, chamamos de canais de Tv aberto, uma vez que algumas ondas eletromagnéticas tem um sistema restrito, uma espécie de senha, que só permite que receba a imagem e o som os aparelhos cadastrados pelas emissoras, são os canais de Tv por assinatura, ou seja, seu sinal é liberado através de controles de alta tecnologia para os seus assinantes. Com a criação dos canais de televisão por assinatura, pagos, os demais canais passaram a ser designados como canais de Tv aberto, pois são acessíveis a todos, através da freqüência UHF e VHF, além do sinal digital que está disponível nas cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia e São Paulo. A concessão dos canais de Tv aberta são emitidos pelo Governo Federal.

Canais de TV Aberto

Canais de TV Aberto

O sinal dos canais de Tv aberta atinge cerca de 180 milhões de aparelhos no Brasil, além de mais de 6 milhões de usuários dos canais de Tv por assinatura, o que faz da televisão um meio de comunicação com relevante papel como formador de idéias, conceitos, moda, enfim, formador da cultura do povo, pois a televisão é talvez a principal forma de entretenimento da população do Brasil e também da maioria dos países do mundo. Pesquisas divulgadas recentemente informam que apesar da inclusão digital e do acesso a internet a todas as camadas sociais, os canais de Tv aberta continuam sendo a principal fonte de informação, dos brasileiros na idade de 16 a 25 anos.

Directv

Directv

Atualmente apesar de alguns conglomerados como a Globo, SBT e Record manterem diversos canais de Tv aberta, muitos outros canais foram criados, e assim temos canais de Tv aberta com públicos alvo bastante distinto, como os canais de shoptime, canal de leilão de gado, canais de cultura religiosa de varias denominações como a Século 21 e a Canção Nova da Igreja católica, o canal da igreja Universal, o canal do Senado mantido pelo Governo Federal, e muitos outros canais da Tv aberta com programações diversificadas, que vão desde programas com filmes infantis, novelas, telejornais com noticias atuais, programas musicais, de entrevistas, programas de esporte, programas de humor, além de muitos filmes e é claro as propagandas comerciais, que são na realidade os principais agentes financiadores de todo esse mundo milionário, que envolve muito dinheiro.

TV Digital

TV Digital

A programação dos canais de tv aberta tem poucas inovações, as telenovelas brasileiras são um grande sucesso, alguns seriados como a Grande Família fazem muito sucesso e mantém uma boa audiência durante anos, assim como o Big Brother, que este ano lançou sua nona edição, um programa de reallity show que foi importado dos Estados Unidos com muito sucesso para o Brasil, mantendo a audiência da emissora durante o verão, época tradicionalmente de baixa no ibope das emissoras.

2 comentários

  1. comprei o conversor digital mas nem com ele tive todos os canas abertos. como em todos os comentarios a maioria reclama. e alguns que diz ter conssiguido todos os canais aberto. so nao cita do canal esporteinterativo 36 tv aberta sp. eu conssigui o sinal deste canal desconectando o conversor pois o conversor nao busca. cultura. futura. redtv. mtv. esporteinterativo.
    [email protected]

  2. Por quê algumas emissoras de Televisão da cidade de São Paulo não conseguem ampliar seu sinal digital aberto aprimorando seus serviços fazendo jus a uma conceção obtida ? Cito como exemplo duas emissoras: Mega TV canal 15.1 e RBTV canal 56.1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>