Maiores Cantores da MPB de Todos os Tempos

O Brasil é um país que tem uma grande miscelânea de estilos musicais e um mesmo indivíduo pode gostar de dois tipos de músicas diametralmente opostas. A chamada MPB (Música Popular Brasileira) está constantemente se transformando, pois aparecem novos cantores e bandas que apresentam novas possibilidades musicais.

Há sempre aqueles que gostam de ressaltar como a MBP já teve dias bem melhores com vozes e canções bem mais interessantes do que as que temos hoje. Alguns artistas se imortalizaram no cenário musical brasileiro e em alguns casos no cenário internacional também. Pensando nisso selecionamos os cantores da MPB que são tidos como os maiores de todos os tempos.

Polêmicas a Parte

Antes de chegarmos a lista é importante avisar que os cantores considerados nessa lista são os cantores populares já que estamos falando sobre a música popular brasileira. O que se leva em consideração nesse caso é o timbre, potência e técnica vocal. Também são considerados outros parâmetros como o repertório que foi gravado, se o cantor tem o chamado carisma e se emociona aqueles que o ouvem.

Elis Regina

Uma artista que possui certa unanimidade entre os eruditos e os mais populares, Elis Regina, com certeza é dona de uma das vozes mais marcantes do país. Nascida em 17 de março de 1945 em Porto Alegre a cantora sempre marcou a sua interpretação com uma entrega que beirava as vezes ao exagero, mas um exagero que contagiava quem a ouvia.

Um dos grandes lamentos em relação a Elis é que ela tenha falecido ainda jovem no dia 19 de janeiro de 1982 em São Paulo. Um dos diferenciais da Pimentinha, como era conhecida, é que ela se aventurou em vários estilos da MPB como a bossa nova, o jazz, o samba, o rock entre outros.

Tim Maia

Mesmo não sendo o artista mais simpático, Tim Maia, provou que pessoas excluídas até então como ele que era de origem humilde e negro podiam triunfar pelo seu talento. Com uma voz impressionante Tim nasceu no dia 28 de setembro de 1942 no Rio de Janeiro e faleceu no dia 15 de março de 1998 em Niterói.

Com títulos como “Rei da Soul Music do Brasil” e “Síndico da MPB”, Tim Maia revolucionou a música popular do país fazendo com que as pessoas passassem a dar mais atenção para estilos até então pouco conhecidos como o soul. Em 2014 Tim ganhou um filme que conta a sua trajetória de muito sucesso, confusões e problemas.

Trailer do Filme:

Wilson Simonal

Wilson Simonal foi mais do que um cantor de sucesso, foi um dos maiores show-man que o país já viu. Nascido em 23 de fevereiro de 1938 em São Paulo chegou ao sucesso nas décadas de 1960 e 1970. Faleceu em 25 de junho de 2000 em São Paulo. O que diferenciava o cantor dos demais artistas dessas décadas era a sua incrível técnica vocal.

A carreira de Simonal entrou em crise quando o seu nome foi associado ao DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) um importante tentáculo da ditadura militar vivida por nosso país. O caso chegou a envolver a tortura do contador de Simonal, Raphael Vivani. Dentre os seus grandes sucessos estão “Nem Vem Que não Tem”, “Mamãe Passou Açúcar em Mim”, “Sá Marina”, “Tributo a Martin Luther King”.

Milton Nascimento

Nascido no dia 26 de outubro de 1942, Milton Nascimento, é cantor e compositor e seu apelido é ‘Bituca’. Trata-se de um dos artistas brasileiros mais premiados com Grammys. Milton é um exemplo de artista da MBP que é reconhecido e respeitado em todo o mundo.

Muitos artistas regravaram as canções de Milton que chegou ao sucesso quando a canção “Travessia”, composta por ele e Fernando Brant ficou em segundo lugar no Festival Internacional da Canção de 1967. Dentre as canções que se tornaram sucessos na voz de Nascimento está o clássico “Maria, Maria”.

Ney Matogrosso

Ney Matogrosso é muito mais do que um simples cantor, pois além de uma voz poderosa ele ainda tem muita sensualidade corporal. A música se torna mais do que uma melodia e uma letra quando Ney começa a usar o seu corpo como parte da interpretação. Além disso, se trata de uma figura muito carismática e com indumentárias que despertam a imaginação do público.

Nascido no dia 1° de agosto de 1941 em Bela Vista, Ney é conhecido também como compositor. O sucesso começou para Ney quando ele integrou o grupo Secos e Molhados. Dentre os principais sucessos da carreira de Ney estão “Rosa de Hiroshima”, “Sangue Latino” e “Homem com H”.

https://www.youtube.com/watch?v=eVn8BZ7baqU

Caetano Veloso

O cantor e compositor Caetano Veloso é daqueles que ou se ama ou se odeia. Com uma voz doce o artista conquistou muitos desafetos com a sua língua afiada. Nascido em Santo Amaro da Purificação no dia 2 de agosto de 1942, Caetano, teve uma história bastante marcante nos anos de ditadura militar sendo um dos artistas perseguidos.

Um estilo que predomina em sua obra é a bossa nova, Caetano é irmão de Maria Bethânia que é uma grande artista da MPB também. Fazem parte da lista de sucessos desse cantor músicas como “Você não me ensinou a te esquecer”, “Sozinho”, “Não enche” e “Alegria, Alegria”.

Maria Bethânia

Diferente de seu irmão, Maria Bethânia, faz o tipo artista discreta, nada de holofotes fora do palco e nada de declarar desafetos. A cantora pode até não ser uma das mais lembradas por grande parte da população, mas não há como não reconhecer seu grande talento. Também nascida em Santo Amaro da Purificação no dia 18 de junho de 1946 teve o seu nome escolhido pelo irmão Caetano.

Dentre os grandes sucessos de Maria Bethânia estão as músicas “Não mexe comigo”, “Tempo, Tempo, Tempo, Tempo”, “Carta de Amor” e muitos outros.

Gal Costa

A cantora Maria da Graça Costa Penna Burgos é a nossa querida Gal Costa que encanta ao seu público falando de amor como nenhuma outra voz. Nascida em Salvador, Bahia, no dia 26 de setembro de 1945, Gal é a prova de que cantar não é para quem quer e sim para quem pode.

São sucessos de Gal Costa músicas como “Chuva de prata”, “Um dia de domingo”, “Força Estranha”. Uma cantora que tem uma voz sem paralelo na música brasileira.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário