Pedras Preciosas das Tribos de Israel

Pedras Preciosas

As pedras preciosas – também conhecidas como gema – são minerais de/ou materiais petrificados que após passarem por um trabalho de lapidação e polimento, adquirem características muito bonitas, que atraem colecionadores  e pessoas que as usam para confeccionar acessórios pessoais. Porém, algumas dessas pedras preciosas, ainda que muito belas e valiosas, são muito frágeis ou duras para serem usadas em joias, e acabam sendo apenas exibidas em museus.

Como já foi dito, as pedras preciosas são apreciadas fortemente por sua beleza, e dessa forma, ela acaba sendo um dos atributos mais importantes. As características que mais agregam valor a elas, são as cores e as combinações óticas que acontecem no interior das mesmas.

Elas em geral são divididas entre “pedras preciosas” e “pedras semipreciosas”, a primeira carregando além das características físicas muito particulares, significados devocionais e culturais – que se relacionam com as do assunto desse artigo. – As principais pedras preciosas são o diamante, o rubi, a esmeralda, a safira, as ametistas, os opalas e as pérolas.

Tribos de Israel e Suas Pedras Preciosas

Tribos de Israel é o nome dado às divisões das tribos patriarcais do povo mais antigo de Israel, que segundo toda a tradição Judaica, eram originadas pelos filhos de Jacó, e netos de Abraão. Elas eram uma espécie de tribo familiar, e teve sua forma de organização bastante difundida, podendo ser encontradas até os dias de hoje, principalmente na região ocidental da Europa.

As tribos totalizavam-se em doze, e carregavam os nomes de dez filhos de Jacó, e as outras duas de filhos de José, que segundo a religião, também foram abençoados como filhos de Jacó. Os nomes das tribos são: Rúben, Simeão, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Aser, Naftali, Benjamim, Manassés e Efraim.

Ainda que o nome das tribos sugiram uma relação de amizade e irmandade, elas não eram necessariamente sempre aliadas, principalmente após a morte do Rei Salomão. Quando o Reino de Israel foi extinto, algumas das tribos desapareceram, restando apenas as tribos Judá, Benjamim, e Levi, e unidas, construíram o que se conhece hoje como Judeus, servindo também de base para toda a separação de suas comunidades, que se dividem em Yisrael, Levi e Cohen.

Como já foi dito, as pedras preciosas também podem carregar aspectos religiosos e históricos, e com essas tribos não seria diferente – cada tribo possui sua respectiva pedra característica, e segundo a bíblia isso acontece porque as pedras representam a preciosidade dos cristãos, e que a beleza e o valor das mesmas são reflexo de Jesus Cristo, que é a luz do mundo.  Assim sendo, abaixo serão apresentados um pouco da história de cada tribo e sua pedra preciosa pela qual é representada.

  • Rúben: Tem como significado “Eis um filho” e também algo que represente “Ele viu a minha aflição”, pois Rúben era uma pessoa com muita energia e bastante determinado, porém, falhava na disciplina. Ele chegou a cometer um crime, e teve sua posição de líder passada para Judá. Sua pedra preciosa representante é a Turquesa.
  • Simeão: Significa “audição”, ou também “eu era preterida”, pois na bíblia foi mencionado várias vezes que Simeão ocupava o segundo lugar. Essa tribo não conseguiu obter todo o terreno que lhe era atribuído. No final, a tribo de Simeão se incrustou dentro do território de Judá e se misturaram tanto, que Judá acabou se tornando a tribo que predominava entre as duas. A pedra preciosa representante de Simeão é a Safira.
  • Levi: Significa “unido” ou “junto”. Levi fez parte de um incidente, onde acabou por matar todos os homens habitantes da cidade, o que desagradou muito seu pai, que no leito da morte se recordo6 disso, e amaldiçoou Levi, para que ele e seus descendentes se espalhassem por Israel. A pedra preciosa representante é o Topázio. 
  • Judá: Tem como significado “Desta vez louvarei ao Eteno”. Judá era praticamente um líder entre seus irmãos, e assim, recebeu a promessa de vitória. A pedra preciosa é o Sárdio.
  • Dan: Seu significado “Meu Pai é juiz”. Essa tribo se localizava no noroeste de Canaã, mas como a área era pequena, e ele começou a se difundir, passou a estabelecer-se no sul de Canaã, porém ele não era tão fértil quanto o original. A pedra que representa é o Berilo.
  • Naftali: Significa “minha luta”, pois competiu várias vezes com sua irmã. Seu território ficava ao norte e ao ocidente litoral da Galiléia, e estendia-se até as montanhas do Líbano. Sua pedra preciosa é o Jaspe.
  • Gade: Significa “Cheio de fortuna”. Depois de conquistar a terra de Canaã, cada tribo recebeu uma parte de uma herança, então a terra de Gade faz uma alusão à porção que os homens da tribo receberam. Ela se situava ao leste o Rio Jordão e a pedra preciosa que o representa é o diamante. 
  • Aser: Tem o significado de “felicidade”. A tribo se localizava em um ambiente muito frutífero, o que os deixava abençoados e felizes. A pedra preciosa que representa é a ônix .
  • Issacar: Significa “HaShem me recompensou”, e era uma das tribos mais famosas de Israel, já que era constituída por  quatro famílias principais. Ela se localizava na parte oriental do Rio Jordão, e até metade do caminho para o Mar Mediterrâneo. Sua pedra preciosa é o Topázio.
  • Zebulom: Ela também é uma grande tribo, e significava “Honra” ou “Concessão de dotes”. Se localizava no norte do vale Jezreel, no norte de Manassés. Sua pedra representante é a Esmeralda.
  • Benjamin: Tem como significado “filho da mão direita”, e tinha fama de possuir bravos e valentes soldados. Sua população não era muito grande, e nem seu território. Sua pedra preciosa representante é a ametista.
  • Manassés: Significa “Faz esquecer”. Ele era o primeiro filho, mas teve seu lugar de favorito tomado por um irmão, tornando-se assim preterido. A pedra que o representa é a ágata. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários não estão liberados.