Folclore Brasileiro

O Folclore

O folclore é um conjunto de lendas e mitos que são contados pelas pessoas de geração em geração. Boa parte dessas histórias surgem da imaginação das pessoas em especial de quem mora em regiões do interior do país. A maioria dos mitos e lendas foram criados com o objetivo de passar alguma mensagem, seja para assustar as pessoas ou somente para alertá-las a respeito de algum tipo de perigo.

Imagem de Amostra do You Tube

O folclore pode ser dividido em grupos de lendas e mitos e boa parte deles são os responsáveis pela origem de festas populares que acontecem em todo o país. A seguir vamos falar um pouco sobre a diferença que existe entre folclore e lenda e também sobre as histórias que mexem com a imaginação dos brasileiros.

O Que é Lenda? O Que é Mito?

Podemos definir as lendas como sendo histórias que são contadas por pessoas e transmitidas oralmente no decorrer dos anos. Essas histórias acabam se misturando com acontecimentos reais ou outros que são parte do imaginário. O objetivo das lendas e explicar os acontecimentos misteriosos ou mesmo aqueles que têm um ar de sobrenatural.

Os mitos se caracterizam por serem narrativas em que existe um componente simbólico bastante forte. Os povos da antiguidade, por exemplo, tinham dificuldade em explicar fenômenos da natureza e o faziam através de mitos. Os raios que caem na chuva eram difíceis de serem explicados e por isso eram entendidos como a fúria dos deuses.

Nesse contexto os mitos tem o objetivo de transmitir conhecimentos bem como deixar as pessoas de sobreaviso a respeito dos perigos e qualidades que o ser humano possui. Em busca de explicar o que não se entende é que surgiram grande parte dos mitos e histórias com deuses, heróis e outros personagens.

As Lendas e os Mitos do Folclore Brasileiro

Boitatá – A Cobra de Fogo

Um dos principais mitos brasileiros é o do boitatá que é uma cobra de fogo, um ser que tem como principal função proteger as matas e também os animais que moram nelas. Esse ser sobrenatural tem a capacidade de perseguir e matar as pessoas que tentam fazer mal para as matas ou para os animais silvestres.

Uma curiosidade é que esse mito é tido como um dos primeiros do folclore brasileiro existindo registro de relatos do boitatá em cartas escritas pelo padre jesuíta José de Anchieta, datadas em torno de 1560.

Boto – O Homem Sedutor dos Rios

O mito do boto é muito forte na região amazônica na qual acredita-se que foi criada. O boto teria a capacidade de se transfigurar na forma de um homem muito sedutor que vai a festas para conhecer e seduzir mulheres. No fim da noite o boto leva essas mulheres para a beira de rios e as engravida. Antes do sol raiar o boto mergulha novamente no rio e volta a ter a forma de um boto.

Curupira – O Anão de Pés Virados

O Curupira, de acordo com a lenda, é um ser protetor das matas e animais que tem a forma de um anão. Esse anão tem longos cabelos e os seus pés são virados para trás o que lhe confere um visual bem peculiar. Um ser que persegue pelas matas aqueles que ameaçam a natureza. Dessa forma quando um caçador some nas matas as pessoas acreditam que se trata de uma obra do Curupira.

Lobisomem – Homem Que Vira Lobo

Um mito que está presente em muitas culturas e que tem bastante força no Brasil sendo usado repetidas vezes como temas de novelas. O mito do lobisomem é sobre um homem que foi mordido por um lobo numa noite em que a lua era cheia. O homem não morre, mas passa a ter uma maldição de se transformar em lobo sempre que a lua cheia aparece.

O lobisomem ataca qualquer pessoa que encontrar pela frente. Para matar o lobisomem somente atirando nele com uma bala de prata. Existe uma vertente desse mito que diz que o lobisomem é na verdade o sétimo filho de uma família com seis filhas mulheres.

Mãe-D’água – A Sereia

O personagem do mito Mãe-D’água do folclore brasileiro pode ser encontrado em outras histórias de outros países com a denominação de sereia. Trata-se de uma bela mulher que no lugar das pernas possui uma calda de peixe. Tendo um canto muito atraente a Mãe-D’água encanta os homens levando-os para o fundo das águas.

Corpo-seco – O Rejeitado Pela Terra

Trata-se de um mito em que a assombração de um homem muito mal vaga pelas estradas. Esse homem foi muito ruim em vida tendo assassinado sua própria mãe e por isso quando ele morreu a terra o recusou. Não podendo ficar embaixo da terra o Corpo-Seco acabou vagando pelas estradas como uma alma penada.

Mãe-de-Ouro – Bola de Fogo

A chamada Mãe-de-Ouro pode ser tanto representada por uma bola de fogo como por uma mulher luminosa que pode voar. Essa figura mitológica apontaria os locais em que é possível encontrar jazidas de ouro. A versão brasileira desse mito diz que a Mãe-de-Ouro é na verdade uma mulher muito bonita que deseja atrair homens casados para cavernas para que deixem as suas famílias.

Saci-Pererê – O Garoto de Uma Perna Só

De todas as lendas a do Saci-Pererê é uma das mais conhecidas no Brasil, trata-se da figura de um garoto que tem apenas uma perna. O Saci usa um gorro vermelho e fuma um cachimbo que são considerados mágicos. O que o Saci mais gosta é aprontar com os desavisados, adora assustar pessoas que dormem com a sua gargalhada bem como queimar comida.

Comadre Florzinha – Uma Fada Que Gosta de Aprontar

Essa lenda conta que a fada Comadre Florzinha vive em florestas do país e que com suas irmãs adora dar sustos e fazer travessuras com os caçadores ou mesmo com pessoas que desmatam a floresta. Trata-se de uma fada muito vaidosa e maliciosa.

Mula-Sem-Cabeça – Castigada Por Amar

A mula-sem-cabeça é uma mulher que foi castigada por se apaixonar por um padre. Nas noites de quinta-feira essa mulher se transformar num ser quadrúpede que ao invés de cabeça tem uma bola de fogo. Um ser que galopa sem parar.

O folclore são histórias e também lendas contadas de geração em geração e que pode passar o tempo que for vão ser faladas. O Folclore Brasileiro é muito falado e muitas das histórias que os antigos contam são apenas invenções e que até hoje em dia algumas pessoas acreditam que exista. O folclore é falado em todas as escolas e tosas as crianças conhecem algumas das lendas e fazem muitos teatros e trabalhos que valem nota com elas. No interior do Brasil é onde mais são faladas das lendas folclóricas que foram inventadas ate mesmo para assustar a população. Com o folclore brasileiro surgiram também as muitas festas populares que divertem muito a todos. O folclore brasileiro é dividido em duas partes que são chamadas de mito e lendas.

Folclore Brasileiro

Folclore Brasileiro

O segredo do que é inventado e do que é realmente verdade em lendas e mitos folclóricos é difícil de saber. As lendas folclóricas são aquelas histórias contadas de pessoa para pessoa e elas misturam os fatos verdadeiros e historias criadas. As lendas falam muito do sobrenatural e também desvenda fatos estranhos. Os mitos já são histórias contadas que acabam dando origem a muitas coisas que acontece no mundo todo. Os mitos falam de deuses, de heróis e muitos outros personagens que dão um grande sentido a vida. As lendas folclóricas brasileiras são muitas e podemos citar entre elas o “Boitatá” que é uma cobra de fogo e que faz a proteção do espaço natureza e dos animais. Acredita-se que com o “Boitatá” nem as matas e nem os animai correm riscos.

Lendas

Lendas

O boitatá é uma das primeiras lendas do folclore brasileiro. O “Curupira” também protege as matas e os animais, mas é um anão de possui cabelos compridos e os seus pés são virados para trás. Um dos mitos mais temidos de todos é o do “Lobisomem” e ele é falado em quase todo o mundo. Pessoas contam que um homem comum foi atacado por um lobo e depois disso ele passou a virar um animal perigoso em noites de lua cheia. O “Corpo Seco” é como se fosse uma assombração que assusta a todas as pessoas em estradas. Dizem que um homem que em sua vida foi muito ruim com as pessoas e também com sua mãe faleceu e quando foi enterrado a terra não o aceitou e com isso ele virou uma alma penada que fica vagando.

Personagens

Personagens

A “Mula-sem-cabeça” também é assustadora para as pessoas. Ela é uma mulher que se apaixonou por um padre e teve com ele um romance. Como isso não é permitido em uma cultura religiosa católica a mulher bonita teve um grande castigo. Em noites de quinta para sexta ela se transforma em um animal que fica galopando e soltando muito fogo pelas narinas. A lenda do “Saci-Pererê” também é muito famosa e ele é conhecido também pelas crianças. Trata-se de um menino negro que fuma cachimbo e tem apenas uma perna. Seu gorro vermelho que é bem bonitinho dá a ele poderes mágicos. O saci-pererê gosta muito de fazer travessuras.

2 comentários

  1. naum escreva isso só o nome da lenda é mas facil de copia

  2. foi a minha amiga nilda q mandoooooo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>