Linguagem Verbal

A comunicação é um dos canais mais importantes do ser humano. É através dela que estabelecemos nossos primeiros contatos com o mundo e por meio dela conseguimos desenvolver a psique e todas as funções necessárias para nossa sobrevivência. Mas falar de comunicação é algo bastante abrangente, então podemos definir que ela se dá através da linguagem, que é onde se baseia toda a sua elaboração. Essa, por sua vez, pode se manifestar de diversas formas, sejam elas verbais ou não-verbais. Cada grupo tem sua relevância e juntos representam todo o conjunto comunicacional que envolve a vida em sociedade. Dentro do grupo de comunicação não-verbal, o leque se abre para a comunicação gestual, simbólica e expressiva. Ou seja, nos comunicamos invariavelmente através dos gestos, sinais, gráficos, desenhos e expressões. A verdade é que o mundo inteiro, mesmo em silêncio, nunca para de falar. São milhares de informações referenciais produzidas instantaneamente por nós, humanos, ou mesmo por ícones que criamos inicialmente para “resumir” a informação em uma representação única. É o que só de ver já compreendemos, como o caso de sinais de trânsito ou outras manifestações do gênero.

Texto

Falando Sem Falar

Outro exemplo muito presente no nosso cotidiano é a comunicação corporal. Especialistas denotam que aprendemos a “conversar” desde que nascemos, descobrindo por associação quais são os gestos que travam contato com a mãe muito antes de aprender a falar. Um gesto de “não” feito com a cabeça, por exemplo, é compreendido imediatamente por qualquer pessoa em todo o mundo. Já a linguagem verbal pode ser definida como uma comunicação mais direta, imediata, porém de construção específica. Explicando: enquanto que a linguagem não-verbal é compreendida universalmente – ou dentro do seu meio – a linguagem verbal representa a pura expressão da elaboração de uma ideia. A linguagem não-verbal está em todo o lugar, a ponto de nem percebermos sua forma, automaticamente captando a mensagem. Placas indicativas de banheiro feminino ou masculino, sinalização de escadas, semáforos e diversos gestos corporais já nos envolveram de tal forma que a nossa mente é capaz de lê-las instantaneamente.

Exemplos

A Verbalização da Mente

Na linguagem verbal, a mensagem é transmitida, em alguns casos, sem a real necessidade de dar significados singulares a um grupo universal. Exemplos claros disso são a fala, a letra de uma música, o diálogo imediato ou através de cartas, emails e artigos. Informativos e qualquer outra forma textual que representem a fala são manifestações verbais de comunicação. Mas é claro que existem os modelos mais abrangentes, muitas vezes acompanhando a linguagem não-verbal como um complemento da mensagem. Afinal, é possível compreender um gesto de PARE – linguagem não-verbal – feito por um guarda de trânsito, mas também a compreensão será imediata se o motorista encontrar uma placa escrito PARE – linguagem verbal.

Linguagem Verbal

Uma Linguagem Universal ou Um Universo de Linguagens?

Em suma, uma forma de linguagem pode se tornar mais eficaz quando acompanhada da outra. Essa técnica é amplamente utilizada pelas agências de publicidade e propaganda na elaboração de informes e comerciais. Outra profissão que se beneficia da mescla das linguagens é a do cartunista, que geralmente cria uma relação em poucos quadros entre imagem e texto. Assim, as formas variadas de linguagem revelam todas as formas de contato do ser humano com as outras pessoas e com o mundo, reforçando que seria impossível imaginar um mundo sem a comunicação.

Por Vivian Fiorio

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Escolar

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário