Quanto Ganha Uma Faxineira na Itália?

Panorama Geral Sobre a Itália

A Itália é um país que se encontra localizado em uma região entre o centro e o sul da Europa e seu nome verdadeiro é oficial é “República Italiana”, na verdade, ainda que quase nunca seja chamada dessa maneira. A região sul do país é constituída por uma tríade de penínsulas, sendo elas a Península de Sicília, a Península de Sardenha e a Península Itálica. Já as outras regiões do país em terra firme, faz fronteira com alguns outros países, como a França, a Suíça, a Áustria e a Eslovênia.

A Capital da Itália é Roma, e além de ser importante para o próprio país, essa comuna – nome que se dá para as cidades italianas – também é importante para todo o restante do mundo, principalmente para o lado ocidental, já que já foi considerada até mesmo o centro do mesmo, mais ainda no que diz respeito a aspectos religiosos e aspectos políticos. É exatamente por esse motivo que Roma ainda exerce uma influência bastante importante até os dias de hoje em todo o mundo.

Nos dias de hoje a Itália adota (assim como seu nome oficial sugere) com um regime republicano democrático, e a principal característica desse tipo de sistema é que quase todos os cidadãos são aptos para participar da vida política do país, tanto para votarem, quanto para serem votados, de forma direta e igualitária.

Todos esses aspectos e características da Itália que foram citadas contribuem para que ele seja um país que já é considerado muito desenvolvido, sempre se enquadrando nos rankings que envolvem esse tema, como ficando em vigésimo quarto lugar no ranking de países mais desenvolvidos e também ficando entre as dez principais nações que tem a maior qualidade de vida do mundo.

Foto Com a Bandeira da Itália

Foto Com a Bandeira da Itália

Essa qualidade de vida também pode ser analisada quando se observa o fato de que a Itália é cada vez mais considerada um país idoso, ou seja, é um país que torna possível que seus moradores consigam chegar a uma idade mais avançada e que faz com que essas pessoas mais velhas consigam também viver o mais confortável e dignamente possível. Por isso, todo esse título de país idoso fica diretamente relacionado com o cuidado e a atenção que o país oferece para assuntos de saúde e bem estar de toda a sua população.

Esses dados chamam tanto a atenção, que estudiosos resolveram fazer pesquisas e experimentos relacionados a esse assunto, o que levantou muitas conclusões bastante curiosas e até mesmo chocantes, como por exemplo um estudo que mostra que na Itália como um todo, para cada cem jovens existem aproximadamente cento e sessenta idosas, ou seja, pessoa com mais de sessenta e cinco anos de idade. Isso demonstra uma alta muito relevante, que faz com que a Itália fique no topo do ranking que trata sobre o processo de envelhecimento populacional, que engloba toda a União Europeia. O topo desse ranking é dividido com a Alemanha, que também lidera esse assunto.

Qualidade de Vida na Itália

Qualidade de Vida na Itália

Um fato conseqüente disso é que na Itália a expectativa de vida também é bem alta, mas isso acaba variando entre os sexos, já que em média, as mulheres vivem cerca de oitenta e cinco anos e os homens vivem até aproximadamente os oitenta anos de idade. Toda a população italiana tem consciência do privilégio que é a saúde que lhes é oferecida, e eles se sentem muito bem no que se diz respeito a esse assunto, porém, uma grande parte dos italianos ainda cultiva hábitos ruins, como o vício em cigarro, por exemplo, o que é bastante nocivo.

Uma percepção errônea que os italianos tem é sobre a criminalidade do país, já que mesmo eles apontando que se sentem cada vez mais inseguros e desprotegidos, os dados distorcem essa visão, já que cada vez mais esse índice cai, e a taca de criminalidade se reduz a cada ano que passa.

Ser Faxineira Na Itália

Faxineira Na Itália

Faxineira Na Itália

Como já foram apontados inúmeros benefícios que os moradores da Itália possuem, como baixa taxa de criminalidade, alta qualidade e expectativa de vida, entre outros, é totalmente compreensível que lá seja um local de interesse para imigrantes que desejam tentar recomeçar a vida em um país diferente, e isso também engloba brasileiros que desejam ir pra lá. Além de tudo o que já foi apontado, a Itália ainda conta com outras inúmeras qualidades, como a boa gastronomia e a rica cultura. Porém, para que se possa usufruir tranquilamente disso tudo e que se possa viver de uma maneira adequada lá, o primeiro passo é se tronar um imigrante legal. Esse é o ponto principal para que se possa conseguir um emprego estável e digno – que é basicamente o foco do artigo de hoje. –

O processo para legalização dos imigrantes tem inicio com o pedido de uma permissão de estadia, porém, apenas ela não é suficiente, e assim se torna necessário apresentar alguns documentos importantes para esse processo, como passaporte, comprovante de residência e comprovante de renda. A permissão que foi inicialmente citada é obrigatória para qualquer imigrante que irá ficar mais de noventa dias (três meses) na Itália, e por isso, depois que se passa esse período, é incensário que se dê entrada no restante dos documentos para a autorização oficial de permanência e moradia.

A legalização dos imigrantes é fundamental por vários motivos, mas principalmente pelo fato de que imigrantes ilegais muito dificilmente conseguirão um emprego bom e estável no país, já que isso é muito prejudicial, tanto para o empregado, quanto para o empregador. Nesse caso, há também a possibilidade de se obter um visto específico de trabalho na Itália, porém, quando essa é a via escolhida é preciso que o empregador faça a solicitação, e isso gera muitos custos a mais, então, isso quase nunca é escolhido. A alternativa mais prática e eficiente é tentar conseguir a cidadania italiana, pois isso acaba abrangendo muitas pessoas, pois todos os tetranetos, trinetos, bisnetos, netos e filhos de imigrantes italianos possuem esse direito.

Um tipo de emprego que possui uma alta demanda na Itália são aqueles relacionados a limpeza e faxina, e outro ponto importante é que ele é um dos poucos que na maioria das vezes não necessita obrigatoriamente que o funcionário tenha algum nível específico de escolaridade. Algo que pode ser negativo é que esse tipo de emprego recebe um salário um pouco menor na Itália e o salário médio anual de profissionais da limpeza é de aproximadamente dezoito mil e quinhentos euros, o que dá cerca de mil quinhentos e quarenta euros mensais.

Faxineira Trabalhando Na Itália

Faxineira Trabalhando Na Itália

Apesar de não ser um salário absurdamente alto, ele fica acima do salário mínimo italiano (que é de mil e cem euros) e ele é suficiente para que uma pessoa consiga se manter de maneira geral no país, mesmo que pagando aluguel, já que uma média de gastos mensais no pais, incluindo aluguel de um apartamento que possui um quarto num local central, água, luz, gás, televisão, telefone, internet, academia, gastos médios com transporte, mercado e lazer, fica em torno de mil e duzentos euros.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.