Aviões Que Sumiram

Apesar de não figurar oficialmente em nenhum mapa do mundo e de não ser reconhecido como região, o fato é que a própria fama do local já o fez se tornar conhecido mundialmente por todos, sejam pelos desaparecimentos, pelos acidentes, como também pela mística envolvida em torno do que acontece neste trecho de 1,295 milhão de quilômetros quadrados.

Triângulo Das Bermudas

A História

A mais famosa e intrigante história que cerca o mistério do “Triângulo das Bermudas”, data de 1945 e é referente ao desaparecimento de cinco aviões Avenger da marinha americana, que saíram em uma tarefa de rotina com cinco dos seus melhores e mais experientes oficiais a bordo, dentre eles o Tenente Charles J. Taylor, comandante da missão que, num certo momento começou a retransmitir mensagens dizendo que estavam todos perdidos e que tudo parecia estar “estranhamente fora de lugar”. Após esse desaparecimento, a Marinha americana nunca conseguiu explicar ou localizar qualquer dos aviões ou corpos.

Aviões Que Sumiram

Comunicações

O Tenente Robert F. Cox, estava sobrevoando a cidade Fort Lauderdale, na Flórida, quando recebeu um sinal de rádio onde parecia que era uma aeronave ou barco em perigo, Cox ordenou à Taylor que continuasse voando no curso onde estava, mantendo o sol na sua asa esquerda pela extensão da costa que sairia imediatamente em Miami. Taylor respondeu ao comando que estava sobrevoando uma ilha e que a informação de Cox estava errada, pois só avistava mar por todos lados. O interessante é que se Taylor estivesse realmente sobre onde achava que estava, avistaria recifes e várias ilhas.

Avões Que Sumiram no Triângulo Das Bermudas

A próxima comunicação do Tenente Taylor descrevia uma grande ilha para a torre de comando, esta, sub entendendo que a maior ilha das Bahamas é a Ilha de Andros, forneceu diretrizes para que o Tenente seguisse até chegar em Fort Lauderdale, diretrizes que foram confirmadas como corretas quando as conversas por rádio com a torre de comanda da Marinha ficaram mais fortes, indicando que a aproximação estaria acontecendo.

O Erro de Taylor

O Tenente Taylor não acreditou  nos dados fornecidos pela torre de comando afirmando que os aviões não se distanciaram muito do leste e que iriam seguir para o caminho contrário do que foi orientado a seguir, resultando na perda gradual da comunicação com o rádio, ignorando a ordem dos militares que era de seguir para o leste quando estivessem sobrevoando solo e para leste quando estivessem sobrevoando água. Nunca mais foram encontrados destroços dos aviões, vestígios de que tinham caído no mar ou em qualquer ilha da região. Dois aviões tipo hidroplanos foram fazer buscas na área, um não achou quaisquer vestígios e o outro explodiu logo após a decolagem. Oficiais da época relatam que seria impossível um avião pesado como o Avenger resistir a uma colisão frontal com a água no período noturno.

Um comentário

  1. quando nao ha vestigio,o misterio sempre ira prevalecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>