Aposentadoria No Brasil: Previdência Social e Privada

A vida profissional é um ciclo com começo e fim, ou seja, é necessário se preparar para alguma função começando com um estágio ou mesmo com um trabalho numa função mais básica para ir crescendo e progredindo financeiramente. Depois de anos de empenho e dedicação as pessoas finalmente chegam a tão sonhada aposentadoria.

Os Benefícios da Aposentadoria no Brasil

Amparo ao Idoso e ao Deficiente – Esse é um direito até mesmo de quem não contribui com o INSS. Trata-se de garantir uma renda para a que pessoa possa se manter.

Pensão Por Morte – Uma pensão concedida para os dependentes do trabalhador que veio a falecer. O objetivo é que essas pessoas tenham uma renda com vista a se sustentar.

Auxílio Doença – Um direito concedido ao trabalhador que fica afastado das suas funções devido a problemas de saúde.

Auxílio Acidente – Concedido para pessoas que apresentam sequelas causadas por acidentes.

Auxílio Reclusão – Direito concedido para os dependentes de segurado preso.

Os Tipos de Aposentadorias no Brasil

Aposentadoria por Idade – A aposentadoria por idade deve ser concedida para homens com mais de 65 anos e para mulheres com mais de 60 anos.

Aposentadoria por Tempo de Contribuição – Esse é um direito dos trabalhadores e não deve levar em conta a idade mínima e sim o tempo que a pessoa contribuiu. Para os homens o tempo de contribuição é de 35 anos e para as mulheres de 30 anos.

Aposentadoria Proporcional – É a aposentadoria concedida antes que seja completado o tempo exigido por lei.

Aposentadoria por Invalidez – Direito do trabalhador doente ou que sofreu algum tipo de acidente e que por isso é considerado incapacitado para trabalhar. É necessário que fique comprovado que o trabalhador não tem condições de realizar nenhuma outra atividade para garantir a sua sobrevivência. A renda mensal concedida com esse benefício tem como objetivo oferecer ao segurado uma renda para se manter.

Aposentadoria para Dona de Casa – As donas de casa também têm direito a pedir aposentadoria.

Previdência Social

Previdência Social

Aposentadoria Especial – Destinada a pessoas que trabalham em condições que são prejudiciais a sua saúde ou a sua integridade física. Para que o trabalhador tenha direito a esse benefício é necessário que comprove seu tempo de trabalho bem como que foi efetivamente exposto a agentes químicos, físicos e biológicos ou qualquer outro tipo de agentes prejudiciais.

Aposentadoria para Estrangeiro – Aposentadoria para estrangeiros que são radicados no Brasil.

Aposentadoria Para Professores – Direito que pode ser concedido com menos tempo de contribuição.

Aposentadoria de Servidor Público – Os funcionários públicos de cargo efetivo seguem regime especial.

Aposentadoria Compulsória – Aposentadoria que independe da vontade do trabalhador. No Brasil esse tipo de aposentadoria tem sido aplicada como “sanção” para juízes que atuem de forma inadequada para o seu cargo ou que tenham cometido alguma falha grave ou mesmo algum delito. Pelo fato de que os juízes terem a garantia de vitaliciedade, irredutibilidade dos subsídios e inamovibilidade não é possível demiti-los então é usada a aposentadoria compulsória como um tipo de punição.

Aposentadoria para Trabalhadores Rurais – Destinada para as pessoas que trabalham no campo.

http://www.youtube.com/watch?v=9jkjEYrCNps

O Sonho da Aposentadoria no Brasil

O que deveria ser um ponto final na vida de trabalho e ser o início de um novo parágrafo de descanso na vida dos trabalhadores se transformou numa vírgula para a sequência de mais anos de trabalho. Nos últimos anos o Brasil vem observando um fenômeno bastante interessante de pessoas que continuam a trabalhar mesmo depois de estarem aposentadas.

Em grande parte dos casos essas pessoas que continuam no mercado de trabalho o fazem por necessidade devido às crises previdenciárias e econômicas. A aposentadoria oferecida ao brasileiro não é o suficiente para manter um padrão de vida digno na maioria dos casos. Existem casos de aposentadorias que chegam perto da linha da pobreza. Já se tornou senso comum a necessidade de financiar a terceira idade com uma previdência privada complementar.

O Temor da Falta de Dinheiro

O brasileiro vê a previdência social com grande dúvida e incerteza principalmente os jovens de hoje, pois daqui há algumas décadas a população de idosos do país será predominante e fica o questionamento a respeito de como será possível manter todas essas pessoas.

Numa pesquisa realizada pelo Banco HSBC no ano de 2008 já era possível identificar essa sensação de insegurança uma vez que cerca de 69% das pessoas economicamente ativas teme não ter dinheiro para sobreviver na velhice. Aproximadamente 79% das pessoas temem depender de terceiros e 76% temem ter que enfrentar alguma doença grave.

Saiba Mais

Saiba Mais

A melhor maneira evitar problemas no futuro é fazer um planejamento financeiro com antecedência. Isso significa começar a poupar hoje pensando no amanhã sem depender exclusivamente da previdência social. Algumas empresas, pensando no futuro dos seus funcionários, além de fazer o pagamento do INSS abrem fundos para investir numa previdência privada.

Previdência Privada: O Que É?

Basicamente a previdência privada é uma aposentadoria que não tem ligação com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Trata-se de uma aposentadoria complementar a previdência social. A fiscalização do setor de previdência privada é feita pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), um órgão do governo federal.

Previdência Privada e Previdência Social – Quais São as Diferenças?

A grande diferença entre os dois tipos de previdência é que a privada permite que o segurado escolha o valor da contribuição bem como a periodicidade com que será realizada. Por exemplo, se o segurado quiser pode contribuir apenas com R$ 300,00 por ano. Obviamente o valor que ela vai receber no final da previdência será proporcional ao que ela contribuiu.

Outra diferença importante entre as duas previdências é o fato de que a privada pode ser resgatada a qualquer momento se a pessoa desistir de manter o plano. Quando for fechar o contrato de previdência privada atente para a forma como serão feitas as cobranças de impostos.

Você poderá escolher entre duas opções de tributação, a primeira delas é regressiva o que faz com que o resgate seja feito de uma única vez. A outra forma de através da tabela de impostos progressiva que apresenta mais benefícios para quem deseja contribuir mensalmente e não quer resgatar tudo de uma vez só.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário