Sintomas da TPM: Como Amenizar

A Tensão Pré-menstrual ou TPM não é fácil de ser identificada, uma vez que os sintomas variam de uma mulher para a outra. A TPM é um problema que reúne vários sintomas incômodos, próximos ao ciclo menstrual da mulher. Na maioria dos casos, acontece entre 2 ou 3 dias depois que a menstruação tem início.

Alguns sintomas da TPM são: irritação, alterações no humor, vontade de comer determinados alimentos, como chocolate, por exemplo, fadiga, depressão, as mamas ficam doloridas, entre outros.

O Que Causa a TPM?

Não é conhecida e nem comprovada o que provoca a TPM, o que se sabe é que vários fatores contribuem para que a mulher sofra com essa síndrome. Um dos principais motivos seria as mudanças hormonais, que tendem a desaparecer depois da primeira gravidez e também com a chegada da menopausa.

Mudanças químicas que ocorrem no cérebro também podem estimular a síndrome, como por exemplo, as mudanças nos níveis de serotonina. A redução do mesmo pode desenvolver a depressão e a fadiga, por exemplo.

Além disso, o estresse e qualquer outro problema psicológico pode favorecer os sintomas da TPM. E mais, baixos níveis de algumas vitaminas, como por exemplo, B6 e E, o uso exagerado do sal, o alto consumo de bebicas alcoólicas e bebidas com cafeína.

Os Tipos de TPM são:

A síndrome foi classificada em 4 tipos, que são: A, C, H e D. Mas, vale ressaltar que não se trata de uma regra, são consideradas variações.

  • A TPM considerada do tipo A deixa as mulheres com os seguintes sintomas: tensas, agressivas, irritadas, ansiosas. Esse é o tipo de TPM mais comum, segundo os médicos.
  • A TPM considerada do tipo C deixas as mulheres com o seguintes sintomas: fadiga, sente palpitações, vontade de comer alguns determinados alimentos, aumento do apetite e dores de cabeça.
  • A TPM considerada do tipo H faz com que as mulheres ganhem entre dois a três quilos a mais durante o período, além de provocar dores nos seios e distensão abdominal.
  • A TPM considerada do tipo D faz com que as mulheres sintam sonolência, depressão, sofram com insônia e também fiquem com choro fácil.

A TPM costuma afetar mulheres entre 20 e 40 anos de idade e a intensidade como a síndrome se apresenta pode variar de um mês para o outro.

Os Sintomas Provocados Pela TPM

  • Ansiedade, depressão, tensão;
  • Choro fácil, impulsividade, alterações de humor, raiva, irritabilidade;
  • Alterações no apetite, insônia, compulsão por certos alimentos, agressividade;
  • Reclusão, recolhimento social, diminuição da libido e dificuldade de concentração;

Os sintomas físicos são:

  • Dores de cabeça, musculares e nas articulações;
  • Ganho de peso, acontece por conta da retenção de líquidos;
  • Surgimento de acne e pele mais oleosa;
  • Seios doloridos;
  • Surgem edemas nos pés e nas mãos;

Como Amenizar os Sintomas da TPM

Em primeiro lugar, a mulher deve observar para entender melhor os sintomas que ela sofre durante a menstruação. Um trabalho de observação que deverá ser feito durante alguns meses. Depois, tente algumas dessas dicas:

1- Modificar a dieta durante o período pré-menstrual. Faça isso 15 dias antes de entrar no ciclo menstrual.

A mudança nos hábitos alimentares é importante, uma vez que o fígado está diretamente ligado ao metabolismo dos carboidratos, as proteínas e gorduras, além disso, ele reserva os minerais e as vitaminas.

Neste período, é recomendado comer em menor quantidade e aumentar o número de refeições. O ideal são de 5 a 6 refeições durante o dia no lugar das 3 grandes normais. Além disso, os médicos aconselham a colocar fibras e proteínas no cardápio.

Evitar o excesso de sal dando preferência para aquele com iodo, mas acima de tudo, que o consumo não supere 5 gramas diárias.

Neste período, as mulheres devem aumentar a ingestão de vegetais, frutas, cereais e grãos e também procurar ingerir alimentos ricos em cálcio. Bebidas com álcool e cafeína, assim como o açúcar devem ser evitados.

Ainda falando de alimentação como forma de amenizar os sintomas da TPM, fique sabendo que não é um período para abusar de óleos e gorduras. Neste período, a ingestão não pode superar os 30% de energia consumida diariamente. No caso da gordura saturada, a energia diária não pode ser maior que 10% e de gordura trans deve ser inferior a 1%. Um dica é preferir as gorduras de sementes de girassol, óleo da linhaça, gergelim, óleo da prímula e do abacate, por exemplo.

Neste período a serotonina é mais elevada e as mulheres podem sentir uma forte necessidade de comer chocolates e massas, mas não devem ceder a sensação. Assim como devem se manter longe de refrigerantes, café e chá. Todos contêm substâncias que agravam os sintomas da TPM como de alteração do humor e da sensação de irritabilidade.

Para diminuir as dores nos seios, recomenda-se a soja.

Atividades Físicas Para Amenizar os Sintomas da TPM

É importante que não só neste período, mas que faça parte da rotina da mulher, entre atividades físicas. Pelo menos 30 minutos de práticas de exercícios entre 4 a 6 vezes na semana, devem entrar na rotina. Pode ser uma caminhada ou a prática de uma atividade esportiva, como natação. O importante é que a mulher se movimente e seja uma prática com rotina e dedicação.

Para Reduzir o Estresse Provocado Pela TPM

Veja dicas:

  • É necessário dormir pelo menos 8 horas a cada noite.
  • Procure fazer exercícios de respiração e para relaxar os músculos. Elas colaboram, inclusive, para reduzir as dores de cabeça e podem acabar com a insônia e controlar a ansiedade.
  • Se for possível pratique yoga, massagem e meditação também ajudam a aliviar o estresse.

Conhecer o próprio corpo e as suas reações também podem ajudar a melhorar os sintomas da TPM. Se for preciso, vá cuidadosamente anotando as mudanças que você sente durante esse período, os sintomas que são desencadeados. Com as mudanças de hábitos e alimentares perceba o que melhor e o que ainda precisa ser melhorado.

Porém, é muito importante que hábitos alimentares saudáveis e a prática de exercícios façam parte da sua rotina, mesmo longe dos dias do ciclo menstrual.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Comportamento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário