O Elemento Químico Mais Perigoso

Para os cientistas, o cianeto é considerado o elemento químico mais poderoso do mundo e o mais perigoso para as vidas do planeta Terra. Esta elemento químico impede a oxigenação do corpo pelo sangue, matando o organismo. O sangue transporta oxigênio, mas cianeto impede o sangue de levar o oxigênio, levando o corpo à morte. E não precisa de muito: apenas algumas gotas de cianeto são responsáveis pela morte de um indivíduo de grande porte.

Mas existem outras listas de perigos químicos no mundo que podem fazer diversos males ao corpo, as vezes sem que nem percebamos. Para os cientistas e pesquisadores do universo químico, o elemento mais tóxico do mundo é a toxina botulínica, gerada pela bactéria Clostridium botulinum. Esta é a toxina mais potente conhecida pela humanidade. É comumente a causa o botulismo, mas também é usado em injeções de Botox em tratamentos estéticos para diminuir rugas. Logo, tem um lado bom, não é mesmo?

O Elemento Químico Mais Perigoso

O Elemento Químico Mais Perigoso

Qual a Droga Mais Perigosa Para o Homem?

Dentre os produtos usados de forma voluntária pelo homem, os cientistas destacam a metanfetamina como a droga mais perigosa. Ela danifica permanentemente seu cérebro e capacidade de executar funções executivas. Também é das mais perigosas na fabricação, com casos de explosão em diversos locais do mundo de laboratórios caseiros. Muitas pessoas ficam viciadas apenas em inalar o vapor da fabricação do produto.

Imagem de Amostra do You Tube

Já a droga mais viciante, que faz o maior dano ao seu corpo, é a heroína. Esta consegue viciar um homem adulto em apenas uma aplicação, e não é lenda urbana! Os efeitos colaterais da alucinação são tão severos que o corpo pede mais apenas para se livrar da ausência do medicamento, a desintoxicação. Quando a heroína está sendo dizimada do corpo, os efeitos são severos, e começa o ciclo de uma nova aplicação na veia para evitar a abstinência.

Qual a Droga Mais Perigosa Para o Homem?

Qual a Droga Mais Perigosa Para o Homem?

Os Demais Elementos Considerados Terrivelmente Perigosos

Plutônio (Pu) : Uma rápida pesquisa na web irá dizer-lhe porque ele é considerado o elemento mais perigoso do mundo. O Pu, seu símbolo na tabela periódica, é usado para fazer bombas atômicas e gerar energia nuclear. Além disso, é extremamente tóxico devido à sua radioatividade. Também é usado para coisas boas, como energia radioativa em fábricas, mas em pequena quantidade ainda.

O plutônio foi fabricado em Berkeley, na primavera de 1941, e havia tão pouco dele que não era visível a olho nu. Levou um ano para acumular o suficiente para que se pudesse realmente vê-lo. Agora não há muito que se não sabe o que fazer para se livrar dela.

A história do plutônio é tão estranha quanto o próprio elemento. Quando os cientistas começaram a procurar por ele, fizeram-no simplesmente no espírito de investigação, e nem se pensava em preencher a tabela periódica. Mas a descoberta da fissão deixou claro que esse elemento ainda hipotético seria mais do que apenas uma curiosidade científica, que poderia ser uma arma nuclear poderosa.

Mercúrio (Hg) : O Mercúrio é um daqueles itens que você olha e diz: “Eu tenho certeza que isso faz mal.” Ele é extremamente tóxico para os seres humanos e é facilmente absorvido pela pele. Ingerir, então? Jamais. Como está contido nos termômetros mais antigos vendidos em farmácia para medir a temperatura corporal, acidentes com sua ingestão já foram muito comuns, mas hoje são mais moderados. Por ser pesado, é mais denso que a água e não se mistura com ela. Se você notar gotas de prata em sua água antes de beber ou seu alimento, é o mercúrio em sua forma líquida. Mas convenhamos: o seu prata é tão intenso que é lindo!

Arsénio (As) : Como  o mercúrio, o arsênico é muito tóxico para os seres humanos. Nos tempos do poeta inglês Shakespeare, o arsênico foi a melhor escolha de todas as mulheres para envenenar seus inimigos e maridos. Na época, a morte era silenciosa, rápida e sem deixar rastros, mas hoje uma autopsia já mostraria os danos causados pelo elemento. Ainda assim, as pessoas morrem o tempo todo de envenenamento por arsênico.

Rubídio (Rb): o rubídio inflama espontaneamente com o ar, por isso seu alto teor de periculosidade o deixa inalcansável para o homem comum, que não esteja pesquisando algo e em ambiente controlado. E não tente apagar o fogo com a água: ela reage perigosamente com H2O. Para garantir sua pureza, este metal é normalmente mantido sob um óleo mineral seco ou selado em ampolas de vidro sob uma atmosfera inerte.

Frâncio (Fr) : como muitos desses elementos pesados da tabela periódica e manipulado comumente por cientistas, é altamente radioativo e extremamente instável. Não nenhum armazenamento deste item pelos homens por seu alto grau de periculosidade. Mas por ser instável, tanto faz ele matar em vinte segundos como vinte minutos ou vinte horas.

Ferro (Fe) : Tudo bem para os seres humanos, mas o ferro é uma sentença de morte para as estrelas. A fusão de ferro absorve energia em vez de irradiar-la, basicamente, sugando a vida de estrelas.

 Mais Um Elemento Se Junta à Tabela Periódica

Como se a tabela periódica  já não fosse complicada o suficiente, agora temos que atualizá-la. Os cientistas confirmaram recentemente que há um novo elemento: um com 115 prótons no centro. O novo elemento ainda sem nome é classificado como um elemento “super-pesado”, uma vez que o número de prótons se relaciona diretamente com o seu peso. Para referência, o nosso bom amigo chumbo (Pb) tem 82 prótons em seu centro.

Por enquanto, os cientistas estão chamando a nova descoberta de Ununpentium, do latim e palavras gregas para um-um e cinco anos. Este vem se juntar à tabela de elementos já considerados perigosos, todos como metais pesados. Basicamente todos estes elementos super-pesados ​​foram criados em laboratórios e não ocorrem naturalmente. O urânio é o elemento mais pesado que surge naturalmente, com 92 prótons, mas é resultado de uma reação nuclear.

Imagem de Amostra do You Tube

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>