Angiospermas

As Angiospermas são os vegetais que possuem óvulos que ficam no interior do ovário e que possuem suas sementes no interior dos frutos. Elas são plantas muito importantes, pois são principais reprodutoras terrestres que servem para a alimentação como feijão, alface, cenoura e outros. É também importante para a reprodução industrial como algodão e jacarandá e também na ornamentação como a orquídea, na fabricação de produtos farmacêuticos tendo como exemplo a camomila. As Escolas falam muito sobre os angiospermas para que as crianças aprendam sua importância. Ela é dividida em dois grupos que são Monocotiledôneas quando possuem raiz fasciculada e com as nervuras das folhas paralelas.

Angiospermas

Angiospermas

No caso das sementes elas só têm um cotilédone e o ciclo de vida é curto. E as Dicotiledôneas que tem dois cotilédones e a raiz geralmente é axial ou pivotante. Já as floras possuem nervuras reticuladas e as flores são tetrâmeras ou pentâmeras e tem um clico de vida mais longa. As plantas são de grande importância no Espaço da Natureza, afinal elas ajudam não só na purificação do ar, mas também na proteção do solo contra a Erosão. As angiospermas possuem um grau muito elevado de distribuição geográfica, complexidade e diversidade e por isso conseguiram conquistar o ambiente terrestre por definitivo. Atualmente é o mais numeroso grupo de plantas que variam muito de árvores a gramíneas e são superados apenas pelos insetos.

Ciclo

Ciclo

As espécies são muitas e chegam a cerca de duzentas e trinta e cinco e ocupam vários ambientes e de todos os tipos. A presença de frutos e flores nesses muitos grupos é muito grande. No caso da flor ela possui óvulo e com isso podem ficar sempre agrupadas ou ficarem sozinhas. As flores têm uma estrutura para que possam atrair com suas lindas pétalas que são sempre muito coloridas. É tudo um grande esquema com muita Agilidade! Não é mesmo? O tamanho dos gametófitos das angiospermas é bastante reduzido por elas serem heterosporadas e também não há nenhuma formação de anterídios e arquegônios. O pólen chega ate o estigma da flor e nesse local é geminada e com isso produz o tubo polínico que vai até o gametófito feminino.

Planta Angiosperma

Planta Angiosperma

Depois disso os gametas masculinos são aflagelados e o óvulo fecundado desenvolve a semente que fica envolta pelo ovário e com isso desenvolve o fruto. As angiospermas na maioria das vezes fazem uma fecundação cruzada, mas pode acontecer de ser por autopolinização. No ano de 1879 a origem das angiospermas foi considerada um grande mistério abominável por Darwin que chegou a escrever uma carta para Hooker falando sobre isso, pois as angiospermas apareceram em um registro fóssil e isso ia totalmente contra a evolução que seria gradual dos seres vivos. Com isso as angiospermas se tornaram um assunto muito curioso para a botânica. Muitos estudos ainda vão ser feito com o auxilio dos Avanços Tecnológicos e inúmeras descobertas ainda vão fascinar a todos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Ciência

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário