Os Quadros Mais Famosos do Mundo

A pintura é uma arte não muito popular, talvez por ter sido elitizada durante séculos, ficando presa em patrimônios de reis, duques e rainhas, só sendo exposta ao grande público em ocasiões especiais. Mas ainda que seja mostrada, não se estuda sobre ela nas escolas e por isso, muito pouco se sabe.

Os Mais Famosos

Os Mais Famosos

O que não se pode deixar de notar é que apesar da pouca cultura artística do grande público, a arte da pintura se faz sentir em cada pincelada, por isso, cativa as pessoas a partir do primeiro olhar. Por isso, deixemos as críticas e entendimentos maiores a quem está habituado a ver os quadros com olhar profissional, e apenas nos embriaguemos da beleza das cores e das formas contidas em cada obra, como aquelas que veremos a seguir.

E você que está lendo este artigo, por acaso sabe quais são os quadros mais famosos da história? Se não sabe, continue sua leitura e viaje com a gente no mundo da pintura.

Monalisa – Leonardo Da Vinci: é uma obra também chamada de A Gioconda e carrega em sua história um grande mistério, quem é a mulher que pousou para o famoso artista? O modelo seria homem ou mulher? Ela foi pintada pelo grande artista Leonardo da Vinci, entre os anos de 1503 e 1507 e está exposta no Museu do Louvre, em Paris. Provavelmente este deve ser o quadro mais famoso da história da pintura mundial, especialmente por possuir técnicas diferenciadas como o Sfumato.

Imagem de Amostra do You Tube

Noite Estrelada – Vincent Van Gogh: uma das mais famosas pinturas do artista impressionista Van Gogh, tendo sido criada por ele quando tinha 37 anos, em 1889, e estava em repouso, em um asilo. Atualmente, a pintura está em exposição no MOMA – Museu de Arte Moderna de Nova York. Diferentemente de outras de suas obras, esta foi pintada de acordo com a memória do artista e não frente à paisagem, e talvez, este seja o grande diferencial da obra, que causa maior estranheza ao espectador. Durante essa visita pelo asilo Van Gogh passou a ter seu estilo próprio, no qual prevalecem cores fortes, especialmente as primárias, como o amarelo.

O Beijo – Gustav Klimt: o beijo é um quadro extremamente encantador, romântico, colorido e alegre, no qual traspassa toda a magia de um beijo. Ele foi pintado entre os anos de 1907 e 1908 pelo artista austríaco Gustav Klimt e ficou muito famoso por ter sido reproduzido de várias formas por outros pintores. Esse quadro pertence à fase dourada do artista, com definições diferentes para o homem e mulher, no qual cada um é representado através de ornamentos, retangulares para ele e arredondados para ela. Na pintura pode-se facilmente notar a submissão feminina, pois a mulher aparece de joelhos frente ao homem e é amparada por ele. O quadro está em exposição na Galeria Belvedere, na Áustria.

Almoço na Festa do Barco – Pierre Auguste Renoir: esse quadro é um clássico de Renoir, em seu estilo impressionista, e mostra toda a aristocracia francesa da época, tendo sido pintado em 1881. Reproduz uma cena do cotidiano, onde mulheres e homens se confraternizam num dia feliz. Há uma mesa farta, especialmente com muito vinho, o que é típico dos franceses, sendo que a maioria da tela é pintada em tons amarelos, o que se traduz como um dia ensolarado e claro.

Um dos Mais Famosos

Um dos Mais Famosos

Rapariga com brinco de pérola – Johannes Vermeer: foi pintada por Johannes Vermeer, um artista holandês, e o foco principal da obra é o brinco de pérola que a moça traz. Por sua grande beleza é comparado à Monalisa, ganhando o título de Monalisa holandesa ou Monalisa do Norte. Não se sabe ao certo quando foi pintada, já que a obra tem assinatura, mas não tem data e assim como o quadro de Da Vinci não se tem notícia de quem teria sido a modelo da pintura. Depois de ser comprada por um apaixonado pelas obras de Vermeer, o quadro foi doado a Mauritshuis, em Haia e lá está até hoje.

Terraço do Café à noite – Vincent Van Gogh: também faz parte da lista das pinturas mais famosas de Van Gogh e retrata, como o próprio nome sugere, um café de uma praça sob a luz do luar, típica da França. O artista a pintou logo que chegou à cidade de Arles, em 1888, e nela foram usados diversos tons, especialmente os fortes, variando entre o azul e o amarelo. Muitos estudiosos a comparam com outras obras do artista, como A Noite Estrelada e Noite Estrelada Sobre o Ródano, que foram feitas entre 1888 e 1889. Quem quiser conhecer melhor a paisagem pintada ainda pode vê-la, já que o café retratado ainda está no mesmo lugar, cujo nome é Café Van Gogh, e até sua frente lembra aquela retratada pelo artista, pois foi pintada em amarelo e verde.

Canto do Jardim – Claude Monet: o quadro retrata uma paisagem belíssima, quase de sonho. Um jardim com muitas plantas e flores coloridas e à direita há um pequeno leito d’água. Claude Monet é famoso por criar quadros que fascinam o espectador, especialmente pela beleza e docilidade de suas paisagens. Este quadro impressionista foi criado em 1887.

Imagem de Amostra do You Tube

O Sonho – Pablo Picasso: a obra traz uma jovem dormindo. Ela possui um colar e suas formas não são nítidas, como aquelas trazidas por outros movimentos artísticos, possui uma das mangas da blusa caída, o que deixa um de seus seios à mostra, não retrata a realidade como numa fotografia. Foi pintada em 1932, traz tons fortes e coloridos.

A Persistência da Memória – Salvador Dali: uma obra inconfundível de Salvador Dali, que mistura elementos da realidade com o sonho, demonstrando o esvaziamento do tempo, através de relógios murchos e frágeis. Foi pintada em 1931 e assim como várias obras importantes, está exposta no MOMA – Museu de Arte Moderna de Nova York. Como todo gênio, Dali também tinha suas excentricidades, o que poderia ser notado apenas em sua aparência. O próprio artista conta que pintou o quadro em menos de cinco horas, enquanto aguardava a mulher, que havia ido a um espetáculo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>