O Akodon Cursor ou Rato-da-Mata

Da grande maioria das espécies mamíferas presentes na América do Sul, quase 50% é de roedores e a outra parte é de morcegos e insetos, que por terem hábitos noturnos, atrapalham sua classificação e estudo, fazendo com que haja uma estimativa errada da quantidade de animais.

Algumas espécies de animais da fauna brasileira são totalmente desconhecidas do grande público, ou seja, não são tão famosas, principalmente como aquelas que passam nas redes de televisão e estão ameaçadas de extinção, mas nem por isso deixam de ser importante para o equilíbrio do ecossistema.

O Akodon Cursor é um exemplo disso, é um roedor, que poucas pessoas já ouviram falar, mas tem seu papel na natureza.

Ele é um roedor, um rato silvestre, conhecido por rato-da-mata, e habita as florestas como a Mata Atlântica, e já foi avistado da Paraíba até o Paraná, em quase todo o Brasil, ambientes como a caatinga, com áreas abertas e fechadas, como também o cerrado.

Rato-da-Mata

Rato-da-Mata

Os ratos em geral se adaptam a quase todos os lugares, pode-se encontrar esses animais nas mais diferentes formas do clima, inclusive no mais aquecido e inóspito, nas regiões úmidas e tropicais até aos lugares mais gelados, mas como quase todas as demais espécies, não sobrevivem na Antártida.

Além de todos os ambientes relatados, os roedores ainda sobrevivem em localidades altas, por isso podem ser avistados  das montanhas ao litoral e são arborícolas, semiaquáticos, fossoriais e terrestres, uma espécie tremendamente evoluída que não corre risco de extinção por sua facilidade de adaptação.

O rato-da-mata não é um roedor de grande porte, daqueles que nos arrepiamos só em cruzar com um pela rua, já que seu tronco e cabeça medem até 128 milímetros, e sua cauda tem quase a medida de seu corpo até 111 milímetros, pesando aproximadamente entre 16 e 56 gramas.

Akodon Cursor em Seu Ambiente Natural

Akodon Cursor em Seu Ambiente Natural

A sua cor é característica para a espécie com as costas marrom claro ou escuro, com barriga acinzentada e orelhas grandes com pouco pelo, patas pequenas e com pelagem mais clara que o restante do corpo, a cauda quase sem pelos e meio escamosa.

A alimentação desses roedores é básica, já que são animais terrestres, comem o que podem alcançar, como insetos, artrópodes, sementes e até pequenos bichos. Eles costumam sair para caçar ao entardecer, mas obtém sucesso principalmente à noite.

A fêmea tem 08 mamas e o mínimo de três e o máximo de oito filhotes em cada gestação e sempre ficam no mesmo lugar. Durante o período de reprodução, elas têm seu território reduzido, enquanto os machos têm um aumento.

Akodon Cursor

Akodon Cursor

Segundo alguns estudos genéticos, foi verificado que as espécies do Nordeste diferem das do Sudeste, mas ainda não há fundamentações científicas acertadas para dizer que se trata de uma nova espécie de rato-da-mata, mas uma evolução da mesma.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Roedores

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário